Sobral – 300×100
Seet

César Halum: "confio na disposição e trabalho" da ministra Kátia

admin -

<span style="font-size:14px;">Em discurso duro proferido nesta quarta-feira, 08, o deputado federal C&eacute;sar Halum (PRB-TO), vice-presidente da Frente Parlamentar da Agropecu&aacute;ria – FPA, &nbsp;pediu celeridade no processo de regulamenta&ccedil;&atilde;o dos medicamentos veterin&aacute;rios gen&eacute;ricos, com lei sancionada pela presidente Dilma Rousseff em julho de 2012. O republicano afirmou confiar na &quot;disposi&ccedil;&atilde;o e trabalho&quot; da ministra da Agricultura, Pecu&aacute;ria e Abastecimento, sua conterr&acirc;nea, senadora K&aacute;tia Abreu, para n&atilde;o deixar que a Lei se torne in&oacute;cua.<br />
<br />
<em>&ldquo;A C&acirc;mara lutou por 9 anos para aprovar essa proposta at&eacute; conseguirmos. Lutei veementemente durante quase 2 anos. De l&aacute; para c&aacute;, nada mais aconteceu a n&atilde;o ser o grande lobby das ind&uacute;strias farmac&ecirc;uticas multinacionais que n&atilde;o querem fabricar o medicamento veterin&aacute;rio gen&eacute;rico para n&atilde;o terem que reduzir o pre&ccedil;o&rdquo;</em>, explicou.<br />
<br />
O parlamentar relatou que por v&aacute;rias vezes esteve no Minist&eacute;rio da Agricultura, onde percebeu que eram colocadas dificuldades para regulamentar o projeto. <em>&ldquo;Falamos com Ministros e todos disseram que iam tomar provid&ecirc;ncias, mas nunca sequer um pequeno vidro de um antibi&oacute;tico de medicamento gen&eacute;rico veterin&aacute;rio foi colocado nas prateleiras das lojas veterin&aacute;rias do Brasil&rdquo;</em>, disse.<br />
<br />
De acordo com Halum, o mercado de medicamentos veterin&aacute;rios faturou em 2014, 28 bilh&otilde;es de reais, sem computar vacinas, mercado este que est&aacute; na m&atilde;o de tr&ecirc;s ou quatro fabricantes multinacionais que dominam 95% do mercado brasileiro. <em>&ldquo;A exemplo do gen&eacute;rico humano, que &eacute; um sucesso no Brasil, o Governo precisa estimular sua fabrica&ccedil;&atilde;o, incentivando ind&uacute;strias nacionais e agilizando o registro desses medicamentos&rdquo;.</em><br />
<br />
A ministra K&aacute;tia Abreu afirmou na &uacute;ltima ter&ccedil;a-feira (7) durante reuni&atilde;o com o autor do projeto, senador Benedito de Lira (PP-AL), que dar&aacute; agilidade &agrave; regulamenta&ccedil;&atilde;o da lei. Halum citou a not&iacute;cia e diz estar contente com o empenho da ministra.<br />
<br />
<em>&ldquo;Algu&eacute;m tem que enfrentar o lobby dessas multinacionais. E eu acredito na postura da Ministra e vou apoi&aacute;-la. Esse projeto melhorar&aacute; a vida do produtor brasileiro, n&atilde;o s&oacute; o de grande escala, mas tamb&eacute;m do pequeno produtor, do agricultor familiar e dos criadores de animais de estima&ccedil;&atilde;o e companhia. Fora isso, reduzir&aacute; os custos da produ&ccedil;&atilde;o de carnes, leite, ovos, beneficiando tamb&eacute;m o consumidor final, melhorando nossa competitividade para exporta&ccedil;&atilde;o. Estou feliz em saber que agora o Minist&eacute;rio da Agricultura assumir&aacute; essa regulamenta&ccedil;&atilde;o&rdquo;</em>, concluiu.</span>

Comentários pelo Facebook: