Sobral – 300×100
Seet

Dois jovens são presos em Palmas com R$ 14 mil em moedas falsas; segundo caso em dois dias

admin -

<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<br />
Dois jovens foram presos na capital Palmas (TO) com R$ 14 mil em moedas falsas para serem introduzidas no com&eacute;rcio. Segundo&nbsp;a Pol&iacute;cia Militar,&nbsp;Lucas Rodrigues Santos, de 24 anos, e Ernaniel Cardoso Rodrigues, de 22 anos, foram presos na noite desta quinta-feira, dia 9, na Quadra 105 Norte.<br />
<br />
A pol&iacute;cia chegou at&eacute; os suspeitos ap&oacute;s den&uacute;ncia de que havia um carro Veloster, cor prata de placa HIB 1462 repassando notas falsas. Lucas estava com a quantia de R$ 3.300,00 e Ernaniel com R$ 700,00 em c&eacute;dulas falsas. Dentro do ve&iacute;culo havia uma mochila com R$ 1.690 reais em dinheiro original.<br />
<br />
Conclu&iacute;da a abordagem, Lucas confessou &agrave; PM que em sua casa havia a quantia de R$ 10 mil em notas falsas, que posteriormente foi localizada pela For&ccedil;a T&aacute;tica.&nbsp;Ambos foram encaminhados &agrave; Superintend&ecirc;ncia da Pol&iacute;cia Federal juntamente com o dinheiro encontrado, onde foram autuados em flagrante.<br />
<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/carro_1.jpg" style="width: 600px; height: 354px;" /><br />
<strong><u>Mais moeda falsa</u></strong></span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">Na quarta-feira (8), dois venezuelanos, um colombiano e um brasileiro tamb&eacute;m foram detidos em Palmas ap&oacute;s serem flagrados com dinheiro e equipamentos falsificados.&nbsp;<br />
<br />
Com um dos venezuelanos os militares encontraram duas notas falsas de R$ 100. Questionado pelos policiais, o homem informou o local onde ele e os comparsas falsificavam equipamentos como ro&ccedil;adeiras, marteleiras e celulares. No local foram localizaram v&aacute;rios equipamentos para adultera&ccedil;&atilde;o e mais tr&ecirc;s indiv&iacute;duos. Dentre eles estavam o colombiano Harold Julian Beltran, de 21 anos, outro venezuelano chamado Harlinton Bermon Contrer&aacute;s, tamb&eacute;m de 21 anos e Luiz Fernando Vilar Santiago, de 25 anos, um brasileiro que usava uma identidade falsa.</span>

Comentários pelo Facebook: