Seet
Sobral – 300×100

Parques estaduais conservam biodiversidade encontrada no Tocantins

admin -

<span style="font-size:14px;">Com&nbsp;o intuito de preservar e conservar a flora, a fauna, os recursos h&iacute;dricos, as caracter&iacute;sticas geol&oacute;gicas e culturais, as belezas naturais, recuperar ecossistemas degradados e promover o desenvolvimento sustent&aacute;vel, o Tocantins conta com dez &Aacute;reas de Prote&ccedil;&atilde;o Ambiental (APAs), cinco parques e uma esta&ccedil;&atilde;o ecol&oacute;gica, dois monumentos naturais e nove reservas particulares, que proporcionam&nbsp;pesquisas cient&iacute;ficas, manejo e educa&ccedil;&atilde;o ambiental na busca pela conserva&ccedil;&atilde;o do meio ambiente.&nbsp;&nbsp;<br />
<br />
O gerente de Biodiversidade e &Aacute;reas Protegidas do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), Maur&iacute;cio Jos&eacute; Alexandre de Ara&uacute;jo, explicou que a cria&ccedil;&atilde;o das &aacute;reas de prote&ccedil;&atilde;o ambiental no Estado est&aacute; inserida na pol&iacute;tica nacional de conserva&ccedil;&atilde;o da biodiversidade. Segundo destaca, existem acordos internacionais firmados pelo Brasil para conserva&ccedil;&atilde;o da natureza e metas a serem cumpridas em termos de conserva&ccedil;&atilde;o de espa&ccedil;os territoriais. &ldquo;Ent&atilde;o, foram definidos, h&aacute; alguns anos atr&aacute;s, no final da d&eacute;cada de 90 e in&iacute;cio dos anos 2000, algumas &aacute;reas interessantes para o Estado e foram criadas as unidades de conserva&ccedil;&atilde;o&quot;, relatou.&nbsp;&nbsp;<br />
<br />
O gerente explicou que as motiva&ccedil;&otilde;es que levaram a criar os parques estaduais do Cant&atilde;o e Jalap&atilde;o foram a necessidade de conserva&ccedil;&atilde;o da biodiversidade e a singularidade das belezas c&ecirc;nicas. J&aacute; o parque do Lajeado foi criado a partir de uma compensa&ccedil;&atilde;o ambiental, devido &agrave; constru&ccedil;&atilde;o da&nbsp;Usina Hidrel&eacute;trica Lu&iacute;s Eduardo Magalh&atilde;es (Usina&nbsp;de Lajeado).&nbsp;&nbsp;<br />
<br />
<u><strong>Parque Estadual do Lajeado</strong>&nbsp;&nbsp;</u><br />
<br />
Dentro desta perspectiva, o Parque Estadual do Lajeado tem o objetivo de&nbsp;proteger amostras dos ecossistemas da Serra do Lajeado, assegurando a preserva&ccedil;&atilde;o de sua flora, fauna e demais recursos naturais, caracter&iacute;sticas geol&oacute;gicas, geomorfol&oacute;gica, e c&ecirc;nicas, proporcionando oportunidades controladas para visita&ccedil;&atilde;o, educa&ccedil;&atilde;o e pesquisa cient&iacute;fica. Tamb&eacute;m tem a finalidade de proteger os mananciais que abastecem a cidade de Lajeado e coibir a expans&atilde;o urbana nas encostas.&nbsp;<br />
<br />
O inspetor de Recursos Naturais do Naturatins, Victor Danilo Moreto, contou como acontece o trabalho de&nbsp;monitoramento, controle ambiental e fiscaliza&ccedil;&atilde;o do cumprimento da legisla&ccedil;&atilde;o dentro do parque.<em> &ldquo;Nas unidades de conserva&ccedil;&atilde;o, n&oacute;s seguimos o Plano de Manejo e dentro dele tem a pasta de Prote&ccedil;&atilde;o e Manejo e ela vem contemplando todas essas atividades relativas a esse tipo de trabalho&rdquo;</em>, disse.&nbsp;<br />
<br />
O mapeamento das estradas no interior e ao redor do parque foi uma medida estrat&eacute;gica que possibilitou a realiza&ccedil;&atilde;o do trabalho. <em>&ldquo;Nelas s&atilde;o feitas rondas pelos fiscais que cumprem uma agenda semanal e verificam se h&aacute; cercas danificadas, pegadas de animais, marcas de pneus de carro ou pegadas de pessoas que possam estar entrando sem autoriza&ccedil;&atilde;o no parque ou fogo. Al&eacute;m disso, mant&eacute;m contato com moradores ao redor do parque para obter informa&ccedil;&otilde;es, tudo isso &eacute; registrado e passado para o gerente do parque&rdquo;</em>, pontuou.<br />
<br />
O trabalho &eacute; desenvolvido por cinco t&eacute;cnicos, um gerente, tr&ecirc;s guarda-parques e cinco viveiristas cedidos atrav&eacute;s de termo de compensa&ccedil;&atilde;o. Al&eacute;m das atividades citadas anteriormente, &eacute; promovida ainda a educa&ccedil;&atilde;o ambiental direcionada&nbsp;aos visitantes, como alunos de escolas e universidades, integrantes de &oacute;rg&atilde;os do Governo, funcion&aacute;rios do parque e moradores do entorno. Tudo isso com a finalidade de instigar o cuidado com o meio ambiente. Tamb&eacute;m est&aacute; sendo feito reflorestamento em &aacute;reas degradadas.&nbsp;<br />
<br />
Victor Moreto contou que a equipe do parque tem a inten&ccedil;&atilde;o de estabelecer parcerias com o setor p&uacute;blico ou privado para que o mesmo seja aberto para uso p&uacute;blico, com atividades como trilhas para caminhada e contempla&ccedil;&atilde;o, para estimular, a partir da experi&ecirc;ncia pr&aacute;tica, o entendimento de preserva&ccedil;&atilde;o do meio ambiente.&nbsp;<br />
<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/Foto%201%20-%20Parque%20Estadual%20de%20Lajeado%20-%20foto%20Tharson%20Lopes-Secom.jpg" style="width: 600px; height: 360px;" /><br />
<u><strong>Localiza&ccedil;&atilde;o</strong></u>&nbsp;<br />
<br />
Criado&nbsp;pelo Governo do Estado atrav&eacute;s da Lei n&deg; 1.244, em 11 de maio de 2001, o&nbsp;Parque Estadual do Lajeado tem &aacute;rea de 9.930 hectares, localizado na TO-020, quil&ocirc;metro 24, sentido Palmas &agrave; Aparecida do Rio Negro.&nbsp; Ele integra a &Aacute;rea de Prote&ccedil;&atilde;o Ambiental Serra do Lajeado.&nbsp;<br />
<br />
O parque est&aacute; inserido no bioma cerrado e possui caracter&iacute;sticas importantes para a manuten&ccedil;&atilde;o do equil&iacute;brio ambiental, como &aacute;gua em abund&acirc;ncia e heterogeneidade ambiental, que mant&eacute;m uma rica fauna regional. Na &aacute;rea de influ&ecirc;ncia do parque, foram registradas 41 esp&eacute;cies de mam&iacute;feros, 219 de aves, quatro r&eacute;pteis e 50 anf&iacute;bios ocorrentes.&nbsp;<br />
<br />
<strong><u>Visita&ccedil;&atilde;o</u></strong><br />
<br />
Os interessados em visitar o Parque Estadual do Lajeado devem&nbsp;enviar e-mail para o endere&ccedil;o&nbsp;<a href="mailto:pel@naturatins.to.gov.br" target="_blank">pel@naturatins.to.<wbr />gov.br</a>,&nbsp;solicitando a entrada.</span><br />

Comentários pelo Facebook: