Sobral – 300×100
Seet

Governador se diz "indignado" por não ter promovido PMs

admin -

<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<br />
Durante solenidade de comemora&ccedil;&atilde;o dos 55 anos de emancipa&ccedil;&atilde;o pol&iacute;tica de Colinas do Tocantins, na tarde de ter&ccedil;a-feira (21), o governador&nbsp;Marcelo Miranda (PMDB) comentou sobre a suspens&atilde;o das promo&ccedil;&otilde;es da Pol&iacute;cia Militar que deveriam ter sido anunciadas no feriado de Tiradentes, patrono da PM.<br />
<br />
Miranda se disse&nbsp;&quot;indignado&quot; pelo fato de n&atilde;o poder anunciar as promo&ccedil;&otilde;es da Corpora&ccedil;&atilde;o, na data prevista, em decorr&ecirc;ncia de decis&atilde;o liminar concedida pela Justi&ccedil;a. <em>&quot;Mas isso s&oacute; refor&ccedil;a o meu compromisso com a categoria. Essas promo&ccedil;&otilde;es ser&atilde;o concedidas t&atilde;o logo haja cabimento legal&quot;</em>, assegurou o governador. Cerca de 1.200 militares seriam promovidos.&nbsp;<br />
<br />
Apesar de culpar a Justi&ccedil;a, a decis&atilde;o expedida pelo&nbsp;</span><span style="font-size:14px;">juiz Oc&eacute;lio Nobre, da 2&ordf; Vara da Fazenda P&uacute;blica de Palmas, n&atilde;o impediu que o an&uacute;ncio fosse feito. Conforme a liminar, o Governo deveria apenas reservar as vagas aos policiais que tiveram suas promo&ccedil;&otilde;es suspensas por decreto do atual governador, um total de&nbsp;</span><span style="font-size:14px;">1.397 que foram concedidas em novembro e dezembro de 2014 pelo ex-governador Sandoval Cardoso.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">Duas associa&ccedil;&otilde;es recorreram &agrave; justi&ccedil;a para resguardar o direito dos militares &quot;despromovidos&quot;. Com a decis&atilde;o favor&aacute;vel da justi&ccedil;a, o Governo do Estado disse que n&atilde;o lhe &quot;restou outra alternativa a n&atilde;o ser a suspens&atilde;o das promo&ccedil;&otilde;es que se pretendia implementar, em solenidade p&uacute;blica, no pr&oacute;ximo dia 21 de abril&quot;.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;"><u><strong>Benef&iacute;cios para Colinas</strong></u><br />
<br />
Em Colinas, Marcelo assinou&nbsp;Termo de Compromisso com a prefeitura para execu&ccedil;&atilde;o de obras de pavimenta&ccedil;&atilde;o asf&aacute;ltica e de implanta&ccedil;&atilde;o do Parque Industrial do munic&iacute;pio.<br />
<br />
Cerca de 1.500 colinenses assistiram ao evento realizado na cidade, na tarde desta ter&ccedil;a-feira, 21, encerrado com o corte de um bolo. Em pronunciamento, Marcelo Miranda disse que n&atilde;o ir&aacute; perder tempo com diverg&ecirc;ncias pol&iacute;ticas. <em>&quot;N&atilde;o quero perder tempo com diverg&ecirc;ncias pol&iacute;ticas ou partid&aacute;rias. Queremos escrever uma hist&oacute;ria de verdade para este Estado. Uma hist&oacute;ria que d&ecirc; orgulho a todos os que escolheram o Tocantins para morar e investir&quot;</em>, disse.<br />
<br />
<em>&ldquo;Vim a Colinas para dizer que quero superar obst&aacute;culos, para incentivar os que acreditam em Colinas e no Estado. Para dizer que o Tocantins n&atilde;o tem dono. O Tocantins &eacute; de todos os que acreditam e vivem aqui&rdquo;</em>, frisou Miranda.<br />
<br />
Ainda durante a solenidade, foi assinada Ordem de Servi&ccedil;o para a constru&ccedil;&atilde;o de postos de sa&uacute;de em tr&ecirc;s setores no munic&iacute;pio e quadra de Esportes no setor S&atilde;o Jo&atilde;o. Al&eacute;m disso, contempla tamb&eacute;m a reforma do Hospital Municipal e a constru&ccedil;&atilde;o de tr&ecirc;s conjuntos habitacionais que, juntos, abrigar&atilde;o cerca de 1.200 fam&iacute;lias. Tamb&eacute;m foi assinado Termo de Entrega de obras no Campus do Instituto Federal do Tocantins (IFTO), incluindo uma biblioteca e um audit&oacute;rio.</span>

Comentários pelo Facebook: