Sobral – 300×100
Seet

Governo pagará dias descontados dos grevistas e policiais civis vão repor horas não trabalhados

admin -

<span style="font-size:14px;">O Minist&eacute;rio P&uacute;blico Estadual (MPE) intermediou o di&aacute;logo que resultou no acordo assinado nesta sexta-feira, 24, por representantes do Governo do Estado e dos Policiais Civis. No documento, fica definido que o Estado se compromete em efetuar o pagamento dos 17 dias descontados dos subs&iacute;dios dos policiais civis que se encontravam paralisados em raz&atilde;o da greve da categoria. Em contrapartida, os servidores ir&atilde;o repor as horas n&atilde;o trabalhadas seguindo cronograma predefinido.<br />
<br />
A restitui&ccedil;&atilde;o financeira aos servidores estaduais acontecer&aacute; em at&eacute; cinco dias &uacute;teis. Os cronogramas individualizados para compensa&ccedil;&atilde;o das horas n&atilde;o trabalhadas ser&atilde;o apresentados, em at&eacute; 15 dias, ao Grupo de Atua&ccedil;&atilde;o Especial de Controle Externo da Atividade Policial (Gecep) do Minist&eacute;rio P&uacute;blico do Estado, que ir&aacute; acompanhar seu cumprimento.<br />
<br />
Por fim, o Governo do Estado se compromete a n&atilde;o instaurar nenhum procedimento em desfavor dos grevistas.<br />
<br />
Assinaram o acordo o Procurador-Geral de Justi&ccedil;a, Clenan Renaut de Melo Pereira, os Promotores de Justi&ccedil;a integrantes do Gecep, Andr&eacute; Ramos Varanda e Rodrigo Alves Barcelos, o Procurador-Geral do Estado, S&eacute;rgio Rodrigo do Vale, o Secret&aacute;rio da Seguran&ccedil;a P&uacute;blica, C&eacute;sar Roberto Simoni, a Secret&aacute;ria da Defesa Social, Gleidy Braga Ribeiro, o presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Tocantins, Moisemar Alves Marinho, e o advogado da entidade classista, Leandro Manzano Sorroche.</span>

Comentários pelo Facebook: