Sobral – 300×100
Seet

População protesta contra rodovias precárias e prometer interditar BR-153 se não tiver resposta até 2 de maio

admin -

<span style="font-size:14px;">A popula&ccedil;&atilde;o da cidade de Itacaj&aacute; (TO), a 280 km de Palmas, foi &agrave;s ruas no s&aacute;bado (25), exigir uma posi&ccedil;&atilde;o das autoridades sobre a pavimenta&ccedil;&atilde;o da TO-239 e da BR-010. Os manifestantes querem que o Governo do Estado se manifeste at&eacute; 2 de maio, informando se vai ou n&atilde;o asfaltar os cercas de 30 km que faltam da rodovia estadual.<br />
<br />
A comunidade tamb&eacute;m exigiu uma posi&ccedil;&atilde;o do Dnit/TO, em rela&ccedil;&atilde;o a pavimenta&ccedil;&atilde;o da BR-010, rodovia federal que tamb&eacute;m atende o munic&iacute;pio.<br />
<br />
A manifesta&ccedil;&atilde;o foi composta de carreata com aproximadamente 200 ve&iacute;culos entre carros e motos, que foram caracterizados com adesivos que cobram melhorias nas rodovias. O ato foi organizado por populares que comp&otilde;em o movimento denominado &ldquo;Pr&oacute;-estrada&rdquo;, formado por empres&aacute;rios, produtores rurais, ind&iacute;genas da etnia Kra&ocirc; e entidades como Associa&ccedil;&atilde;o Comercial e o Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR).<br />
<br />
Diante de uma nota da Secretaria de Infraestrutura, afirmando que no come&ccedil;o de maio o trecho n&atilde;o pavimentado da TO-239, ser&aacute; recuperado, os l&iacute;deres do movimento afirmaram que n&atilde;o aceitar&atilde;o uma simples conserva&ccedil;&atilde;o, pois para eles, esse tipo de servi&ccedil;o &eacute; fr&aacute;gil e logo a estrada volta a ficar prec&aacute;ria. &rdquo;S&oacute; aceitaremos o asfalto, o tapa buraco n&atilde;o resolve, isso &eacute; s&oacute; o jeitinho para n&atilde;o asfaltar a estrada, isso j&aacute; aconteceu em outros mementos&rdquo;, garantiram.&nbsp;&nbsp;<br />
<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/IMG-20150425-WA0018.jpg" style="width: 600px; height: 529px;" /><br />
Os manifestantes cobram a presen&ccedil;a, em Itacaj&aacute;, de algu&eacute;m do Governo com autoridades para tratar do assunto. O grupo disse que se at&eacute; o dia 2 de maio, n&atilde;o tiverem resposta convincente, ir&atilde;o fechar a BR-153, dando continuidade aos protestos. Foi distribu&iacute;do c&oacute;pias de um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) firmado em 2010, entre o Minist&eacute;rio P&uacute;blico do Tocantins e o Dertins, o qual visava a conserva&ccedil;&atilde;o das duas rodovias e de acordo com os presentes n&atilde;o foi cumprido.<br />
<br />
A popula&ccedil;&atilde;o alegou dificuldades, bem como, transtornos para escoar a produ&ccedil;&atilde;o rural e sofrimento exagerado para quem precisa se deslocar para tratamento em outras cidades. &ldquo;Se gasta duas horas para cruzar os 30 km n&atilde;o asfaltados da TO-239 e dificuldades tamb&eacute;m nos trechos da BR-010, devido a gravidade das estradas&rdquo;, reclamou Jailson, um dos l&iacute;deres do movimento. Enquanto outros mostravam fotos e v&iacute;deos de celular, com carros atolados nas rodovias da regi&atilde;o.<br />
<br />
Para o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Itacaj&aacute; (STRI), Amilton Rodrigues, tamb&eacute;m membro do &ldquo;Pr&oacute;-estrada&rdquo;, a situa&ccedil;&atilde;o &eacute; insustent&aacute;vel, &ldquo;n&atilde;o d&aacute; mais para esperar, nem t&atilde;o pouco, aceitar somente a conserva&ccedil;&atilde;o das estradas&rdquo;, ressaltou.<br />
<br />
O vereador Roberto Kra&ocirc; disse que existem coment&aacute;rios que sua etnia &eacute; contra a pavimenta&ccedil;&atilde;o das estradas, mas s&atilde;o mentirosos. &ldquo;Isso n&atilde;o inspira a verdade, sempre que tem manifesta&ccedil;&atilde;o n&oacute;s estamos juntos, os boatos n&atilde;o tem sentido, at&eacute; porque nenhuma das vias passa dentro das aldeias&rdquo;, Justificou Roberto.<br />
<br />
Os membros do &ldquo;Movimento Pr&oacute;-BR-010&rdquo; tamb&eacute;m esperam que a presidente Dilma Rousseff mantenha uma emenda inserida no Or&ccedil;amento Geral da Uni&atilde;o 2015, destinada ao rein&iacute;cio das obras da rodovia, que est&aacute; paralisada desde 2007.<br />
<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/IMG-20150425-WA0019.jpg" style="width: 588px; height: 480px;" /></span><br />

Comentários pelo Facebook: