Sobral – 300×100
Seet

Secretário Buti diz que tem a 'sensação de que Governo está no caminho certo e pior já passou'

admin -

<span style="font-size:14px;"><em>&ldquo;A sensa&ccedil;&atilde;o que temos &eacute; de que o pior j&aacute; passou. Agora, buscaremos caminhos para dar respostas aos anseios da comunidade&rdquo;</em>, assim afirmou o secret&aacute;rio-geral de Governo, Herbert Brito Barros (Buti), em abertura da s&eacute;rie de entrevistas organizadas pela emissora TVE, com a equipe do alto escal&atilde;o do Governo do Estado, que teve in&iacute;cio nesta quarta-feira, 29.<br />
<br />
Na entrevista, o secret&aacute;rio disse que o Governo j&aacute; investiu recursos nas &aacute;reas hospitalares e de seguran&ccedil;a; em repara&ccedil;&atilde;o de estradas, na reabertura de programas como o Prodecer, o Pro-sudeste, entre outros. <em>&ldquo;Todos os setores est&atilde;o fazendo o dever de casa, por meio de solu&ccedil;&otilde;es internas, ainda que sem recursos</em>&rdquo;, destacou.<br />
<br />
Mesmo sendo um momento de desafio, Buti defendeu que &eacute; preciso transform&aacute;-lo em oportunidades. <em>&ldquo;As dificuldades ser&atilde;o superadas, e estamos no caminho para dar respostas aos anseios da popula&ccedil;&atilde;o, principalmente nas quest&otilde;es da sa&uacute;de e da seguran&ccedil;a. O Governo se re&uacute;ne permanentemente com a equipe para chegar a uma solu&ccedil;&atilde;o desejada&rdquo;</em>, disse.<br />
<br />
Ao fazer um balan&ccedil;o desse primeiro trimestre da gest&atilde;o Marcelo Miranda, o secret&aacute;rio foi enf&aacute;tico ao dizer que os meses de janeiro e fevereiro foram, indubitavelmente, os piores, uma vez que, ap&oacute;s a posse do governador, as demandas pontuadas no per&iacute;odo de transi&ccedil;&atilde;o &ldquo;foram infinitamente maiores&rdquo;. Para al&eacute;m das d&iacute;vidas j&aacute; existentes, coube &agrave; atual gest&atilde;o herdar a folha de pagamento do m&ecirc;s de dezembro, que n&atilde;o foi quitada pela gest&atilde;o anterior, engessando ainda mais a atual administra&ccedil;&atilde;o.<br />
<br />
Apesar de todas as dificuldades e desafios a serem enfrentados, Buti acredita que o momento deve ser focado no futuro e que &eacute; hora de fazer com que as a&ccedil;&otilde;es aconte&ccedil;am, pois &ldquo;o governador Marcelo Miranda – que &eacute; um otimista por natureza – tem impregnado isso em toda a sua equipe&rdquo;. Ainda segundo o gestor, os secret&aacute;rios trabalham com afinco e determina&ccedil;&atilde;o, visando um horizonte de supera&ccedil;&atilde;o. <em>&ldquo;A expectativa e a sensa&ccedil;&atilde;o que temos &eacute; que estamos no caminho certo</em>&rdquo;, enfatizou.<br />
<br />
<u><strong>Estrutura administrativa</strong></u><br />
<br />
O secret&aacute;rio falou tamb&eacute;m do novo modelo estrutural da Secretaria de Governo, deixando de ser uma pasta de atribui&ccedil;&otilde;es apenas de governadoria, mas tendo ainda a fun&ccedil;&atilde;o de ser um elo contributivo com todas as pastas e institui&ccedil;&otilde;es afins. <em>&ldquo;Estamos falando de reforma administrativa, enxugamento, aglutina&ccedil;&atilde;o de for&ccedil;as, ou seja: qualquer gargalo que exista, a Secretaria busca um entendimento conjunto para a solu&ccedil;&atilde;o do problema&rdquo;</em>, afirmou.<br />
<br />
Essa abrang&ecirc;ncia possibilitou, no entendimento de Buti, a desobstru&ccedil;&atilde;o de a&ccedil;&otilde;es, o que tem facilitado a intera&ccedil;&atilde;o entre diversos setores do Governo, alcan&ccedil;ando desta forma, efici&ecirc;ncia na gest&atilde;o p&uacute;blica.<br />
<br />
<u><strong>Austeridade</strong></u><br />
<br />
Para Buti, os meses de mar&ccedil;o e abril podem ser caracterizados como austeros, uma vez que, a partir do mapeamento dos problemas identificados pelo Governo, p&ocirc;de-se trabalhar com a&ccedil;&otilde;es que sa&iacute;ssem do papel e tivessem reflexo na vida das pessoas, como os citados anteriormente.&nbsp; O secret&aacute;rio lembrou ainda que a situa&ccedil;&atilde;o pela qual o Tocantins passa, n&atilde;o &eacute; apenas estadual, mas de uma conjuntura nacional.<br />
<br />
<u><strong>Mais Perto de Voc&ecirc;</strong></u><br />
<br />
O secret&aacute;rio pontuou que o Programa Governo Mais Perto de Voc&ecirc; est&aacute; com uma nova filosofia, e ao inv&eacute;s de ser pontual, ser&aacute; permanentemente perto da popula&ccedil;&atilde;o. A meta &eacute; que as a&ccedil;&otilde;es de governo estejam mais pr&oacute;ximas e sejam mais duradouras. <em>&ldquo;Queremos que a popula&ccedil;&atilde;o sinta que a gest&atilde;o est&aacute; sempre ao seu lado, pr&oacute;xima e permanente com o governador</em>&rdquo;, pontuou, reiterando que o di&aacute;logo, que classes e sociedade t&ecirc;m com o Executivo, &eacute; uma caracter&iacute;stica de um Governo que est&aacute; sempre perto do cidad&atilde;o.</span>

Comentários pelo Facebook: