Sobral – 300×100
Seet

Deputada Valderez preside Audiência Pública sobre a saúde do Tocantins

admin -

<span style="font-size:14px;">A deputada estadual Valderez Castelo Branco (PP) presidiu nesta ter&ccedil;a-feira, 05, no Plen&aacute;rio da Assembleia Legislativa (AL) uma Audi&ecirc;ncia P&uacute;blica que discutiu a situa&ccedil;&atilde;o atual da &aacute;rea da sa&uacute;de no Estado do Tocantins. A solenidade, que contou com a presen&ccedil;a do secret&aacute;rio estadual da Sa&uacute;de, Samuel Bonilha, serviu para que os &oacute;rg&atilde;os representativos e a sociedade colocassem em pauta os problemas que diariamente enfrentam e para que respostas fossem dadas aos questionamentos realizados.<br />
<br />
Para Valderez, que tamb&eacute;m &eacute; presidente da Comiss&atilde;o de Sa&uacute;de, Meio Ambiente e Turismo da Casa, a realiza&ccedil;&atilde;o da audi&ecirc;ncia p&uacute;blica foi de extrema import&acirc;ncia para discutir melhorias para a sa&uacute;de do Tocantins. <em>&ldquo;Vamos nos reunir com o Secret&aacute;rio e toda sua equipe, com nossos colegas parlamentares e entidades representativas para buscar o melhor para a sa&uacute;de do nosso Estado. Se preciso visitaremos os hospitais, conversaremos com os pacientes, pois como parlamentar estou a disposi&ccedil;&atilde;o de todos, para ouvir sugest&otilde;es, para auxiliar o governador, os secret&aacute;rios e o povo tocantinense. N&atilde;o vamos medir for&ccedil;a nesta quest&atilde;o</em>&rdquo;, declarou.<br />
<br />
Durante a discuss&atilde;o sobre as poss&iacute;veis solu&ccedil;&otilde;es que poderiam proporcionar melhorias para sa&uacute;de, Valderez colocou a import&acirc;ncia de se discutir este assunto junto com os representantes de todas as cidades do Estado.<em> &ldquo;Podemos fazer um termo cooperativo, um trabalho junto aos 139 prefeitos para que juntos fa&ccedil;amos uma sa&uacute;de de qualidade. Tamb&eacute;m pedimos com muita humildade que todos participem das audi&ecirc;ncias, das comiss&otilde;es. &Eacute; importante a aproxima&ccedil;&atilde;o da popula&ccedil;&atilde;o em debates como este</em>&rdquo;, completou.<br />
<br />
Ainda durante a Audi&ecirc;ncia foi discutida a cria&ccedil;&atilde;o de um Comit&ecirc; Deliberativo, com participa&ccedil;&atilde;o de todos os &oacute;rg&atilde;os representativos. Ao longo da discuss&atilde;o, o nome da deputada foi sugerido para presidir este comit&ecirc;.<br />
<br />
<u><strong>Entidades questionam</strong></u><br />
<br />
Durante a delibera&ccedil;&atilde;o dos questionamentos, sindicatos e demais &oacute;rg&atilde;os representativos questionaram o secret&aacute;rio da Sa&uacute;de sobre os problemas que a sa&uacute;de estadual vem enfrentada nos &uacute;ltimos meses. A situa&ccedil;&atilde;o do HGP, dos m&eacute;dicos, dos enfermeiros e da import&acirc;ncia do cirurgi&atilde;o dentista no ambiente hospitalar, foram algumas das pautas discutidas com Bonilha.<br />
<br />
<strong><u>Secret&aacute;rio se posiciona</u></strong><br />
<br />
Na audi&ecirc;ncia, Bonilha apresentou dados da Secretaria da Sa&uacute;de e destacou em n&uacute;meros a situa&ccedil;&atilde;o em que a pasta foi repassada pela gest&atilde;o anterior. De acordo com ele, uma d&iacute;vida milion&aacute;ria foi deixada, al&eacute;m 30 toneladas de medicamentos vencidos, dessas 19 ainda est&atilde;o armazenadas para incinera&ccedil;&atilde;o. Al&eacute;m disso, ele respondeu os questionamentos feitos pelas entidades e se colocou &agrave; disposi&ccedil;&atilde;o para retornar &agrave; Assembleia para dirimir as d&uacute;vidas dos &oacute;rg&atilde;os representativos e da sociedade.<br />
<br />
<u><strong>Participantes</strong></u><br />
<br />
Tamb&eacute;m participaram da Audi&ecirc;ncia a presidente do Sindicato dos M&eacute;dicos do Estado (Simed-TO), Janice Painkow, o presidente do Sindicato dos Profissionais de Enfermagem (SEET-TO), Claudean Pereira Lima, a presidente do Sindicato dos Farmac&ecirc;uticos do Tocantins (Sindifato-TO), Leia Aires Cavalcante, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Sa&uacute;de do Estado do Tocantins (Sintras-TO), Manoel Pereira de Miranda, o presidente do Conselho Regional de Medicina (CRM-TO), Tom&eacute; C&eacute;sar Rabelo, o procurador regional dos Direitos do Cidad&atilde;o do MPF, Fernando Ant&ocirc;nio Alves de Oliveira J&uacute;nior, a ju&iacute;za federal e presidente do Comit&ecirc; Executivo para Monitoramento das A&ccedil;&otilde;es da Sa&uacute;de (Cemas), Milene de Carvalho Henrique, a promotora de Justi&ccedil;a, Denise Drummond, o defensor p&uacute;blico, Arthur Luiz de P&aacute;dua Marques, a promotora de Justi&ccedil;a, Maria Roseli de Almeida Pery, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Sa&uacute;de do Estado do Tocantins (Sintras-TO), Manoel Pereira de Miranda, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Sa&uacute;de do Estado do Tocantins (Sintras-TO), Manoel Pereira de Miranda, membros das classes da sa&uacute;de, demais deputados, sociedade civil e imprensa.</span>

Comentários pelo Facebook: