Sobral – 300×100
Seet

Vacinação contra a gripe segue até dia 22 no Tocantins

admin -

<span style="font-size:14px;">Durante todo este s&aacute;bado, 9, as salas de vacina do Estado estiveram abertas para atender quem ainda n&atilde;o se vacinou contra a influenza, conhecida popularmente como gripe. A campanha de vacina&ccedil;&atilde;o come&ccedil;ou no &uacute;ltimo dia 5 e segue at&eacute; o pr&oacute;ximo dia 22 de maio.<br />
<br />
Uma das primeiras a chegar a Unidade de Sa&uacute;de da Fam&iacute;lia da Quadra 712 sul, em Palmas, onde ocorreu a abertura oficial da campanha, foi Dona Guiomar de Aguiar, de 76 anos, que contou que n&atilde;o perde uma campanha de vacina&ccedil;&atilde;o. <em>&ldquo;Desde que comecei a tomar a vacina eu nunca mais tive essa gripe, por isso, quando &eacute; dia de vacinar, levanto &eacute; cedo para garantir meu lugar aqui no postinho&rdquo;</em>, disse.<br />
<br />
Outra moradora que tamb&eacute;m foi garantir que sua filha de apenas nove meses fosse imunizada contra a gripe foi Ivanilda Maria da Silva. &ldquo;<em>Trago minha filha pra evitar que ela pegue uma gripe e adoe&ccedil;a&rdquo;</em>, destacou.<br />
<br />
Participando da abertura oficial, o secret&aacute;rio de estado da Sa&uacute;de, Samuel Bonilha, refor&ccedil;ou a chamada para que o p&uacute;blico alvo da campanha v&aacute; aos postos de vacina&ccedil;&atilde;o e garanta a vacina. <em>&ldquo;N&oacute;s temos um p&uacute;blico de mais 300 mil pessoas que devem ser imunizadas. Para as Unidades B&aacute;sicas de Sa&uacute;de essa a&ccedil;&atilde;o j&aacute; &eacute; o come&ccedil;o de uma preven&ccedil;&atilde;o, porque essas pessoas deixam de ir para a unidade quando pega um resfriado, por exemplo. Por isso, pe&ccedil;o que as crian&ccedil;as, os idosos, a popula&ccedil;&atilde;o ind&iacute;gena venha &agrave; unidade. S&atilde;o mais de 350 unidades que contam com as doses&rdquo;</em>, destacou.<br />
<br />
A diretora de Vigil&acirc;ncia em Sa&uacute;de de Palmas, Renata Oliveira, ressaltou o trabalho dos profissionais que se empenham para garantir que o maior n&uacute;mero de pessoas tome a vacina. <em>&ldquo;Em Palmas s&atilde;o 39.200 pessoas para serem imunizadas e com a ajuda de todos, com a busca ativa que &eacute; feita pelos profissionais, n&oacute;s vamos conseguir atingir nossa meta. Aproveito para parabenizar toda a equipe que trabalha e agradecer ao Estado, porque n&oacute;s trabalhamos juntos e em parceria vamos conseguir ter &ecirc;xito&rdquo;</em>, disse.<br />
<br />
A diretora de doen&ccedil;as transmiss&iacute;veis e n&atilde;o-transmiss&iacute;veis da Secretaria de Estado da Sa&uacute;de (Sesau) ainda refor&ccedil;ou que o momento &eacute; de mobiliza&ccedil;&atilde;o e que as vacinas v&atilde;o estar dispon&iacute;veis at&eacute; dia 22 de maio.<br />
<br />
<u><strong>Doses</strong></u><br />
<br />
Mais de 324.200 doses da vacina contra a influenza foram distribu&iacute;das entre os 139 munic&iacute;pios do Tocantins para atender a campanha deste ano.&nbsp; A expectativa &eacute; vacinar 324.168 pessoas no Tocantins.<br />
<br />
A vacina &eacute; oferecida gratuitamente a idosos e grupos considerados priorit&aacute;rios pelo Minist&eacute;rio da Sa&uacute;de, sendo eles: crian&ccedil;as de seis meses e menores de cinco anos de idade; ind&iacute;genas, a partir de seis meses de idade; gestantes; pu&eacute;rperas at&eacute; o 45&ordm; dia ap&oacute;s o parto; trabalhadores de sa&uacute;de; adultos a partir de 60 anos; popula&ccedil;&atilde;o privada de liberdade e funcion&aacute;rios do sistema prisional; usu&aacute;rios portadores de doen&ccedil;as cr&ocirc;nicas n&atilde;o transmiss&iacute;veis e outras condi&ccedil;&otilde;es especiais.<br />
<br />
<u><strong>Influenza</strong></u><br />
<br />
No Tocantins, este ano, n&atilde;o foram confirmados casos de influenza.&nbsp; No ano passado, apenas tr&ecirc;s casos foram registrados em todo o Estado, que tamb&eacute;m n&atilde;o teve registro de &oacute;bitos por esta causa.<br />
<br />
A influenza &eacute; uma doen&ccedil;a viral febril, aguda, cujos sintomas incluem febre, calafrios, tremores, dor de cabe&ccedil;a, dores musculares e perda de apetite. Tamb&eacute;m s&atilde;o comuns sintomas respirat&oacute;rios com tosse seca, dor de garganta e coriza. A infec&ccedil;&atilde;o sem evolu&ccedil;&atilde;o grave comumente apresenta sintomas por uma semana.</span><br />

Comentários pelo Facebook: