Seet
Sobral – 300×100

Secretaria de Representação implanta modelo de gestão sustentável

admin -

<span style="font-size:14px;">A Secretaria de Representa&ccedil;&atilde;o do Estado em Bras&iacute;lia (SER) deu in&iacute;cio &agrave; implanta&ccedil;&atilde;o do Programa Agenda Ambiental da Administra&ccedil;&atilde;o P&uacute;blica (A3P), uma metodologia de gest&atilde;o sustent&aacute;vel que visa, dentre outros benef&iacute;cios, melhorar o aproveitamento de recursos p&uacute;blicos. A a&ccedil;&atilde;o faz parte de uma s&eacute;rie de iniciativas realizadas para reduzir os custos de manuten&ccedil;&atilde;o da Pasta de apoio ao Governo na Capital Federal.<br />
&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;<br />
O A3P &eacute; um programa do Minist&eacute;rio do Meio Ambiente (MMA) voltado para institui&ccedil;&otilde;es p&uacute;blicas. Ao fazer a ades&atilde;o do programa, o &oacute;rg&atilde;o recebe orienta&ccedil;&atilde;o e &eacute; acompanhado pelo MMA para implantar pr&aacute;ticas de responsabilidade socioambiental. A cada etapa cumprida, o Minist&eacute;rio concede ao &oacute;rg&atilde;o uma certifica&ccedil;&atilde;o.<br />
<br />
As a&ccedil;&otilde;es do A3P est&atilde;o embasadas em seis eixos fundamentais: Gest&atilde;o de Res&iacute;duos; Licita&ccedil;&atilde;o Sustent&aacute;vel; Qualidade de Vida no Ambiente do Trabalho; Sensibiliza&ccedil;&atilde;o e Capacita&ccedil;&atilde;o de Servidores; Uso Racional de Recursos e Constru&ccedil;&otilde;es Sustent&aacute;veis. O processo formal de ades&atilde;o ao programa ainda est&aacute; em andamento, mas conforme orienta&ccedil;&otilde;es do pr&oacute;prio MMA, isso n&atilde;o impede que as a&ccedil;&otilde;es sejam iniciadas.<br />
<br />
Nas primeiras iniciativas do programa, a SRE distribuiu aos servidores, squeezes para o consumo de &aacute;gua, assim os copos descart&aacute;veis foram substitu&iacute;dos. No per&iacute;odo das 8 &agrave;s 9 horas e das 17 &agrave;s 18 horas, os condicionadores de ar est&atilde;o sendo desligados e as janelas abertas para o aproveitamento de ventila&ccedil;&atilde;o e luz natural, gerando economia de energia. Para documentos de uso interno est&aacute; sendo adotada a pr&aacute;tica de uso de pap&eacute;is que antes eram descartados.<br />
<br />
A comiss&atilde;o respons&aacute;vel pela implanta&ccedil;&atilde;o do A3P far&aacute; um controle do almoxarifado para, em breve, levantar dados de economias que foram geradas a partir da ado&ccedil;&atilde;o das novas pr&aacute;ticas. <em>&ldquo;O governador Marcelo Miranda tem constantemente pedido a equipe de gest&atilde;o para adotar todo tipo de iniciativa que gere economia na administra&ccedil;&atilde;o p&uacute;blica. O A3P &eacute; um exemplo de que come&ccedil;ando por pequenas pr&aacute;ticas podemos modernizar nosso trabalho e utilizar os recursos do Estado com mais responsabilidade&rdquo;</em>, enfatizou o secret&aacute;rio de Representa&ccedil;&atilde;o, Renato de Assun&ccedil;&atilde;o.<br />
<br />
<u><strong>Gest&atilde;o respons&aacute;vel</strong></u><br />
<br />
Em mar&ccedil;o deste ano, a SRE em Bras&iacute;lia, deu um salto em economia ao mudar a sede da pasta, que antes funcionava numa mans&atilde;o em &aacute;rea nobre de Bras&iacute;lia, para um pr&eacute;dio comercial pr&oacute;ximo ao centro administrativo da Capital Federal. A antiga sede tinha um aluguel mensal de mais de R$ 31 mil, o que acarretou em uma despesa de mais de R$ 1 milh&atilde;o, durante os quase quatro anos de vig&ecirc;ncia do contrato. A nova sede tem um aluguel de R$ 8 mil e atende com efici&ecirc;ncia todas as necessidades do Governo, em Bras&iacute;lia.</span>

Comentários pelo Facebook: