Seet
Sobral – 300×100

Secretaria de Saúde paga terceira parcela de plantões extras atrasados no valor de R$ 5,2 milhões

admin -

<span style="font-size:14px;">Mais de R$ 5,2 milh&otilde;es foram depositados nesta ter&ccedil;a-feira, 12 de abril, como pagamento em folha complementar de valores referentes a plant&otilde;es extras cumpridos no &uacute;ltimo m&ecirc;s de dezembro de 2014 e de fevereiro de 2015 por servidores da sa&uacute;de. A quantia engloba tamb&eacute;m pagamentos retroativos devidos a servidores da Secretaria do Estado de Sa&uacute;de (Sesau). O dep&oacute;sito de R$ 5.231.302,11 contempla ao todo 2.472 servidores da pasta.<br />
<br />
O pagamento se refere &agrave; terceira parcela de plant&otilde;es extraordin&aacute;rios atrasados, cuja d&iacute;vida de cerca de R$ 20 milh&otilde;es est&aacute; sendo honrada pelo Governo do Estado de forma parcelada. Os plant&otilde;es extras estavam atrasados desde o m&ecirc;s de setembro de 2014.<br />
<br />
Ao todo, j&aacute; foram pagos R$ 15 milh&otilde;es em plant&otilde;es extras. Conforme o cronograma de pagamento, j&aacute; foram creditados os valores referentes aos plant&otilde;es extraordin&aacute;rios realizados em setembro, outubro, novembro e dezembro de 2014 e janeiro e fevereiro de 2015.<br />
<br />
O dep&oacute;sito tamb&eacute;m contempla o pagamento retido de plant&otilde;es extraordin&aacute;rios realizados nos meses de setembro, outubro e novembro de 2014. Os mesmos haviam sido retidos para verifica&ccedil;&atilde;o de poss&iacute;veis inconsist&ecirc;ncias. Al&eacute;m disso, tamb&eacute;m foram depositados os pagamentos referentes a pend&ecirc;ncias do m&ecirc;s de janeiro de 2015.<br />
<br />
Conforme explicou o secret&aacute;rio estadual de sa&uacute;de, Samuel Bonilha, o pagamento das parcelas atrasadas est&aacute; sendo precedido de verifica&ccedil;&atilde;o de poss&iacute;veis inconsist&ecirc;ncias nos registros de plant&otilde;es. &ldquo;Para os casos de servidores que n&atilde;o receberam o pagamento e que n&atilde;o se ad&eacute;quam nos crit&eacute;rios apontados pela Sesau e pela Secad (Secretaria de Administra&ccedil;&atilde;o), a orienta&ccedil;&atilde;o &eacute; que os profissionais procurem o setor de Recursos Humanos da unidade que possui v&iacute;nculo&rdquo;, destacou o secret&aacute;rio.</span>

Comentários pelo Facebook: