Seet
Sobral – 300×100

Artpalco apresenta "Poção do Amor" em dez capitais na programação do Sesc Amazônia

admin -

<span style="font-size:14px;">Os p&uacute;blicos de 10 capitais brasileiras poder&atilde;o conferir a pe&ccedil;a teatral Po&ccedil;&atilde;o do Amor, interpretada pelo grupo de teatro araguainense &ndash; Artpalco, que integra a programa&ccedil;&atilde;o do projeto Sesc Amaz&ocirc;nia das Artes. Nesta segunda, 11, o grupo se apresentou para os expectadores de Porto Velho, em Rond&ocirc;nia, a primeira apresenta&ccedil;&atilde;o fora do Estado pelo projeto do Sesc. A agenda que teve in&iacute;cio em Palmas, no &uacute;ltimo dia 9, segue com apresenta&ccedil;&otilde;es em Rio Branco (13/5), Manaus (15/5) e Boa Vista (17/5).<br />
<br />
A trupe percorrer&aacute; em agosto mais cinco capitais: S&atilde;o Luis (12/8), Macap&aacute; (15/8), Bel&eacute;m (17/8), Teresina (19/8) e Cuiab&aacute; (21/8). Segundo o ator e diretor do grupo, George Henrique Silva, ap&oacute;s receber o convite para participar do projeto, o grupo intensificou os ensaios para desenvolver a performance dos profissionais que comp&otilde;em o espet&aacute;culo. <em>&ldquo;A participa&ccedil;&atilde;o no Sesc Amaz&ocirc;nia das Artes 2015 trouxe um &acirc;nimo a mais para o grupo que est&aacute; trabalhando bastante para que o trabalho desempenhado seja o melhor poss&iacute;vel, porque sabemos da responsabilidade de representar o Tocantins fora do Estado em um projeto que traz grande visibilidade&rdquo;</em>, apontou.<br />
<br />
O diretor avaliou ainda que o projeto Sesc Amaz&ocirc;nia das Artes proporciona grande aprendizado e troca de experi&ecirc;ncias entre os grupos participantes. &ldquo;Percorrer os dez Estados que compreendem o projeto proporcionar&aacute; crescimento profissional e o contato direto com outras culturas&rdquo;, disse Silva.<br />
<br />
A pe&ccedil;a &ldquo;A Po&ccedil;&atilde;o do Amor&rdquo; utiliza elementos do universo do Clown e m&uacute;sicas executadas ao vivo. &Eacute; a hist&oacute;ria de uma pombinha que est&aacute; &agrave; procura de um grande amor, e conta com a ajuda de sua amiga Maritaca para conquistar o cora&ccedil;&atilde;o daquele que escolheu para ser o seu amado: o Uirapuru, o p&aacute;ssaro mais lindo e com o canto mais belo de toda a floresta Amaz&ocirc;nica. O que a pombinha n&atilde;o sabe, &eacute; que o Dr. Carcar&aacute;, o feiticeiro mais malvado da floresta, fez uma po&ccedil;&atilde;o do amor justamente para conquistar o cora&ccedil;&atilde;o dela, criando assim uma grande aventura ao lado do ganancioso Urubu.<br />
<br />
<u><strong>Projeto</strong></u><br />
<br />
O&nbsp; Sesc Amaz&ocirc;nia das Artes busca resgatar, estimular e difundir a produ&ccedil;&atilde;o art&iacute;stico-cultural (obras nas linguagens de artes pl&aacute;sticas, dan&ccedil;a, m&uacute;sica e teatro) dos Estados que comp&otilde;em a Amaz&ocirc;nia Legal.<br />
<br />
<u><strong>Ficha T&eacute;cnica</strong></u><br />
<br />
A pe&ccedil;a teatral foi adaptada da obra &ldquo;A Po&ccedil;&atilde;o M&aacute;gica&rdquo; de Mauro Alvim, pelos atores do Artpalco George Henrique e Tatiane Cristina, com colabora&ccedil;&atilde;o de Ranieri Leal.<br />
Dire&ccedil;&atilde;o: Luiz de Lima Navarro.<br />
Opera&ccedil;&atilde;o de &aacute;udio: Eduardo Vilela<br />
Ilumina&ccedil;&atilde;o: Pablo Xuxa<br />
M&uacute;sicos: Diostkan Lima, Erison Meira&nbsp;<br />
Elenco: Eilson Oliveira (Uirapuru), George Henrique (Carcar&aacute;), Paulo Eg&iacute;dio (Urubu), Tatiane Cristina (Pombinha) e Viviane Faria (Maritaca).&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;<br />
<br />
<strong><u>Grupo Artpalco</u></strong><br />
<br />
O Grupo Artpalco, que teve sua primeira forma&ccedil;&atilde;o em Uberl&acirc;ndia &ndash; Minas Gerais, se instalou em terras tocantinenses em 2011 quando George Henrique se mudou para Aragua&iacute;na. A visibilidade do grupo aumentou consideravelmente atrav&eacute;s do espet&aacute;culo &ldquo;Casos Insanos&rdquo;, que arrancou gargalhadas de mais de 10 mil espectadores somente no Estado, chegando a marca de 60 mil espectadores no total. Com isso o grupo foi ganhando for&ccedil;a e atrav&eacute;s do espet&aacute;culo &ldquo;A Po&ccedil;&atilde;o do Amor&rdquo; come&ccedil;ou a ser aprovado em editais de circula&ccedil;&atilde;o.<br />
<br />
(exto: Keliane Vale)</span>

Comentários pelo Facebook: