Sobral – 300×100
Seet

Luana Ribeiro cita "crescente violência" e pede convocação imediata dos aprovados na Civil para o Curso de Formação

admin -

<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<br />
A Assembleia Legislativa do Tocantins aprovou, na ter&ccedil;a-feira (12), requerimento da deputada estadual Luana Ribeiro (PR), em que solicita ao governador Marcelo Miranda (PMDB) a convoca&ccedil;&atilde;o imediata dos aprovados no concurso p&uacute;blico da Pol&iacute;cia Civil. O resultado final da &uacute;ltima fase do certame foi divulgado ainda em dezembro de 2014. Desde ent&atilde;o os candidatos aguardam a convoca&ccedil;&atilde;o para o Curso de Forma&ccedil;&atilde;o.<br />
<br />
No requerimento, a deputada ressalta que j&aacute; se passaram quase cinco meses do atual governo e a Lei Or&ccedil;ament&aacute;ria j&aacute; foi aprovada, mas ainda n&atilde;o h&aacute; data definida para que os candidatos sejam convocados para o Curso de Forma&ccedil;&atilde;o. Por outro lado, destaca Luana Ribeiro, aumentaram as queixas da crescente viol&ecirc;ncia no Tocantins. <em>&ldquo;Um dos motivos para o aumento da criminalidade seria o d&eacute;ficit de efetivo na seguran&ccedil;a p&uacute;blica. O andamento do concurso &eacute; importante para que seja sanado esse problema&rdquo;</em>, ressalta.<br />
<br />
O edital do concurso foi lan&ccedil;ado em fevereiro de 2014. De l&aacute; pra c&aacute; os candidatos j&aacute; passaram pelas etapas de provas objetivas, exames m&eacute;dicos, teste de aptid&atilde;o f&iacute;sica e exame psicol&oacute;gico.<br />
<br />
O certame disponibilizou 397 vagas, sendo 97 para delegado, 38 para agente, 162 para escriv&atilde;o, 20 para agente de necrotomia, 10 para papiloscopista, 10 para m&eacute;dico legista e 60 para perito criminal. Foram disponibilizadas ainda 118 vagas para cadastro de reserva, totalizando 515.<br />
<br />
A Funda&ccedil;&atilde;o Aroeira foi a banca organizadora. Na &eacute;poca, o Governo do Estado dispensou licita&ccedil;&atilde;o no processo de contrata&ccedil;&atilde;o da empresa justificando a urg&ecirc;ncia da realiza&ccedil;&atilde;o do concurso p&uacute;blico, devido ao d&eacute;ficit de pessoal na Pol&iacute;cia Civil.</span>

Comentários pelo Facebook: