Seet
Sobral – 300×100

Jovem de 23 anos sofre tentativa de estupro após receber carona de caminhoneiro

admin -

<span style="font-size:14px;">Um caminhoneiro de 47 anos foi preso suspeito de tentar estuprar um jovem de 23 anos que tinha dado carona. Segundo a Pol&iacute;cia Rodovi&aacute;ria Federal, a jovem chorava muito e estava visivelmente abalada quando compareceu &agrave; Unidade da PRF em Para&iacute;so, por volta das 20h deste domingo (17).<br />
<br />
Segundo relatos da v&iacute;tima, o caminhoneiro com quem viajava de carona usou de viol&ecirc;ncia e grave amea&ccedil;a para tentar for&ccedil;&aacute;-la a manter rela&ccedil;&otilde;es sexuais com ele. Ap&oacute;s conseguir se livrar do suspeito, a jovem foi auxiliada por outras pessoas que a encaminharam ao Posto Policial.<br />
<br />
Uma equipe da PRF fez buscas na regi&atilde;o e localizou o caminh&atilde;o, com placas de Goi&aacute;s, em um posto de combust&iacute;vel pr&oacute;ximo a cidade de Para&iacute;so. O ve&iacute;culo era conduzido por E. G. S., 47 anos. Segundo a pol&iacute;cia, o motorista estava agressivo e foi necess&aacute;rio o uso da for&ccedil;a e utiliza&ccedil;&atilde;o de algemas para cont&ecirc;-lo.<br />
<br />
A v&iacute;tima informou tamb&eacute;m que o motorista fazia uso de comprimidos e dirigia de forma perigosa, jogando v&aacute;rios ve&iacute;culos para fora da estrada. Durante vistoria no interior do ve&iacute;culo, os policiais localizaram 17 comprimidos de anfetaminas dentro de um frasco.<br />
<br />
Na base da PRF, o motorista teve fortes momentos de alucina&ccedil;&otilde;es, com conversas totalmente desconexas. Em alguns momentos dizia que a v&iacute;tima era sua filha; afirmava que sua mochila tinha um c&oacute;digo fon&eacute;tico e que s&oacute; abriria mediante a sua digital e tamb&eacute;m a da v&iacute;tima; noutros momentos tentava fugir dizendo que havia uma arma apontada para sua cabe&ccedil;a.<br />
<br />
Ap&oacute;s os procedimentos na Unidade da PRF, o condutor foi apresentado na Central de Flagrantes em Para&iacute;so do Tocantins.</span>

Comentários pelo Facebook: