Sobral – 300×100
Seet

Projetos que concedem aumento salarial para governador, vice e secretários são rejeitados

admin -

<span style="font-size:14px;">A Comiss&atilde;o de Constitui&ccedil;&atilde;o, Justi&ccedil;a e Reda&ccedil;&atilde;o (CCJ) se reuniu, na tarde desta ter&ccedil;a-feira, dia 19, e rejeitou por unanimidade os processos referentes ao reajuste salarial do governador, vice-governador e secret&aacute;rios de Estado, de autoria do deputado Jos&eacute; Bonif&aacute;cio (PR). Em seu parecer, o relator dos processos, deputado Valdemar J&uacute;nior (PSD), reconheceu a constitucionalidade da iniciativa, por&eacute;m divergiu do m&eacute;rito.<br />
<br />
Segundo o relator, o or&ccedil;amento em vigor foi confeccionado sem a previs&atilde;o de impacto para o reajuste proposto. <em>&ldquo;O deputado Bonif&aacute;cio tem a prerrogativa constitucional de propor a mat&eacute;ria, mas o momento n&atilde;o &eacute; oportuno&rdquo;,</em> declarou Valdemar. O parlamentar Eduardo Siqueira Campos (PTB) concordou. &ldquo;<em>A iniciativa &eacute; constitucional, mas n&atilde;o h&aacute; como negar a crise que o Pa&iacute;s atravessa&rdquo;</em>, disse.<br />
<br />
Pela proposta, a remunera&ccedil;&atilde;o atual do governador do Tocantins que &eacute; de R$ 24.117,00 passaria para R$ 29.000,00. O sal&aacute;rio de vice-governador que &eacute; de R$ 15.434,40 chegaria a R$ 22.00,00.<br />
<br />
Em outro projeto, tamb&eacute;m de autoria de Jos&eacute; Bonif&aacute;cio, foi proposto aumento dos sal&aacute;rios dos secret&aacute;rios. Atualmente, o sal&aacute;rio &eacute; de R$ 13.500,00 e com a proposta de Bonif&aacute;cio passaria para R$ 19.000,00.<br />
<br />
Os dois projetos de Bonif&aacute;cio j&aacute; tinham sido apresentados ano passado, por&eacute;m foram arquivados.</span>

Comentários pelo Facebook: