Sobral – 300×100
Seet

Candidatos ao curso de medicina serão selecionados pelo Sisu através de notas obtidas no Enem

admin -

<span style="font-size:14px;">A sele&ccedil;&atilde;o para candidatos interessados em cursar medicina na Universidade Federal do Tocantins, no campus de Aragua&iacute;na (TO), acontecer&aacute; por meio do Sistema de Sele&ccedil;&atilde;o Unificada (Sisu), que leva em considera&ccedil;&atilde;o as melhores notas do Exame Nacional do Ensino M&eacute;dio (Enem).&nbsp;<br />
<br />
As inscri&ccedil;&otilde;es para o Enem j&aacute; est&atilde;o abertas e as provas acontecem nos dias 24 e 25 de outubro. Ser&atilde;o ofertadas 60 vagas anuais. O MEC j&aacute; autorizou a abertura do novo curso na UFT de Aragua&iacute;na.&nbsp;<br />
<br />
Nesta segunda-feira (25) uma reuni&atilde;o foi realizada em Palmas para anunciar oficialmente a cria&ccedil;&atilde;o e implanta&ccedil;&atilde;o do curso de medicina em Aragua&iacute;na. Estiveram presentes o reitor M&aacute;rcio da Silveira, o prefeito Ronaldo Dimas, o a vice-reitora Isabel Auler, a pr&oacute;-reitora de gradua&ccedil;&atilde;o Berenice Feitosa, o secret&aacute;rio de sa&uacute;de de Aragua&iacute;na, Jean Lu&iacute;s Coutinho e o diretor do Campus da UFT de Aragua&iacute;na, Lu&iacute;s Eduardo Bovolato.<br />
<br />
O prefeito ressaltou a import&acirc;ncia deste curso no munic&iacute;pio. <em>&ldquo;Aragua&iacute;na foi a primeira cidade do Tocantins a ter um curso de medicina, que &eacute; privado. Agora, com a vinda deste curso p&uacute;blico, estamos dando um grande salto, n&atilde;o s&oacute; na sa&uacute;de, mas principalmente, no desenvolvimento econ&ocirc;mico e social da nossa regi&atilde;o. O que for necess&aacute;rio para o bom andamento do curso, n&oacute;s vamos buscar e nos tornar refer&ecirc;ncia em todo o pa&iacute;s&rdquo;</em>, disse Dimas.<br />
<br />
Em seu pronunciamento, o reitor da UFT, M&aacute;rcio Silveira, refor&ccedil;ou que o objetivo da institui&ccedil;&atilde;o &eacute; contribuir com o processo de desenvolvimento da sa&uacute;de do Tocantins. <em>&ldquo;A implanta&ccedil;&atilde;o do curso de Medicina em Aragua&iacute;na e a amplia&ccedil;&atilde;o e melhoria do HDT ir&atilde;o contribuir diretamente na melhoria dos servi&ccedil;os p&uacute;blicos de sa&uacute;de da regi&atilde;o norte do Estado.&rdquo;</em><br />
<br />
Este curso foi aprovado com base no programa federal Mais M&eacute;dicos, no dia 19 de maio, e tem como objetivo contribuir com a diminui&ccedil;&atilde;o do d&eacute;ficit na forma&ccedil;&atilde;o de profissionais em institui&ccedil;&otilde;es p&uacute;blicas na regi&atilde;o norte do pa&iacute;s. Ao todo, ser&atilde;o ofertadas 60 vagas anuais, divididas em duas entradas semestrais.<br />
<br />
O curso funcionar&aacute; nas depend&ecirc;ncias da Escola de Medicina Veterin&aacute;ria e Zootecnia (EMVZ). Como campo de pr&aacute;tica, os alunos contar&atilde;o com o Hospital de Doen&ccedil;as Tropicais (HDT), e tamb&eacute;m ser&atilde;o feitos conv&ecirc;nios com as secretarias municipais e estaduais.&nbsp;<br />
<br />
A vice-reitora, Isabel Auler, ressaltou que o objetivo principal &eacute; disponibilizar as vagas para os alunos do Tocantins. <em>&ldquo;A UFT j&aacute; est&aacute; disponibilizando vagas para aqueles que fizerem a prova do Enem em outubro deste ano. Al&eacute;m disso, ser&atilde;o estabelecidas cotas para os estudantes regionais. Queremos que nossa juventude tenha a possibilidade de ingressar no curso de medicina. Vamos oferecer resid&ecirc;ncias em Aragua&iacute;na para que nossos alunos possam formar e permanecer no nosso Estado&rdquo;</em>, destacou.</span>

Comentários pelo Facebook: