Seet
Sobral – 300×100

Convênio de R$ 49 milhões levará rede de esgoto a 16 municípios

admin -

<span style="font-size:14px;">16 munic&iacute;pios tocantinenses ser&atilde;o contemplados com servi&ccedil;o de esgotamento sanit&aacute;rio </span><span style="font-size:14px;">e receber&atilde;o investimento de R$ 49.307.572,44 oriundos de conv&ecirc;nio celebrado com a Funda&ccedil;&atilde;o Nacional de Sa&uacute;de (Funasa), dentro do Programa de Acelera&ccedil;&atilde;o do Crescimento (PAC 2). A Ag&ecirc;ncia Tocantinense de Saneamento (ATS) j&aacute; est&aacute; trabalhando no processo licitat&oacute;rio para contrata&ccedil;&atilde;o da empresa que executar&aacute; o servi&ccedil;o.<br />
<br />
De acordo com o presidente da ATS, &Eacute;der Fernandes, dos 78 munic&iacute;pios atendidos pelo &oacute;rg&atilde;o, apenas 3% possuem rede de tratamento de esgoto e o in&iacute;cio das atividades representar&aacute; um importante passo em dire&ccedil;&atilde;o &agrave; universaliza&ccedil;&atilde;o do saneamento b&aacute;sico no Estado.&nbsp;<em> &ldquo;Vai ser feita a implanta&ccedil;&atilde;o da rede de esgoto em mais 16 munic&iacute;pios, o que, consequentemente, vai gerar mais qualidade de vida aos cidad&atilde;os&rdquo;</em>, ressaltou.<br />
&nbsp;<br />
Segundo &Eacute;der, o trabalho para dar in&iacute;cio ao processo licitat&oacute;rio j&aacute; foi iniciado. <em>&ldquo;J&aacute; estamos elaborando o termo de refer&ecirc;ncia para abertura do processo, que deve acontecer na primeira semana de junho&rdquo;</em>, explicou, ao apontar que uma parte do recurso, no valor de R$ 5 milh&otilde;es, j&aacute; foi liberada, e a outra parte ser&aacute; liberada &agrave; medida que as atividades forem executadas.<br />
<br />
<u><strong>Projeto</strong></u><br />
<br />
O projeto inclui rede coletora, liga&ccedil;&otilde;es domiciliares, esta&ccedil;&otilde;es elevat&oacute;rias e de tratamento de esgoto e linha de recalce, o que vai gerar benef&iacute;cios diretos &agrave; vida dos tocantinenses. <em>&ldquo;Al&eacute;m de melhorar a qualidade de vida da popula&ccedil;&atilde;o beneficiada, tamb&eacute;m teremos um aquecimento econ&ocirc;mico. Ser&atilde;o mais de R$ 49 milh&otilde;es investidos na obra&rdquo;</em>, ressaltou o presidente da ATS.<br />
<br />
O conv&ecirc;nio com a Funasa foi firmado em 2014, mas estava paralisado e seu retorno aconteceu ap&oacute;s a nova gest&atilde;o fazer as adequa&ccedil;&otilde;es necess&aacute;rias no projeto, que contar&aacute; com contrapartida do Governo do Estado equivalendo a 10% do valor total.&nbsp; A iniciativa garantiu a aprova&ccedil;&atilde;o e a perman&ecirc;ncia do conv&ecirc;nio e a libera&ccedil;&atilde;o dos recursos.<br />
<br />
<u><strong>Beneficiados</strong></u>&nbsp;&nbsp;<br />
<br />
Com o servi&ccedil;o de coleta e tratamento de esgoto ser&atilde;o beneficiados os munic&iacute;pios de Abreul&acirc;ndia, Angico, Aragominas, Aurora do Tocantins, Bandeirantes do Tocantins, Fortaleza do Taboc&atilde;o, Itapiratins, Luzin&oacute;polis, Piraqu&ecirc;, Pugmil, Riachinho, Rio dos Bois, Sandol&acirc;ndia, Santa Terezinha do Tocantins, S&atilde;o Bento do Tocantins e Sucupira.</span>

Comentários pelo Facebook: