Seet
Sobral – 300×100

Relatório entregue ao PGJ aponta risco de prejuízo de R$ 1,76 bilhão no Igeprev; MPE diz que já tem "dados e ações prontas"

admin -

<span style="font-size:14px;">O Procurador-Geral de Justi&ccedil;a, Clenan Renaut de Melo Pereira, recebeu nesta quinta-feira, 28, o presidente do Instituto de Gest&atilde;o Previdenci&aacute;ria do Tocantins (Igeprev), Jacques Silva. Na ocasi&atilde;o, foi entregue o relat&oacute;rio final da sindic&acirc;ncia interna realizada pela institui&ccedil;&atilde;o previdenci&aacute;ria, que constatou investimentos em fundos sem liquidez que podem gerar um preju&iacute;zo na ordem de R$ 1,76 bilh&atilde;o.<br />
<br />
Os 13 volumes que integram o relat&oacute;rio tamb&eacute;m foram encaminhados &agrave;s autoridades que comandam a opera&ccedil;&atilde;o Lava Jato. Segundo Jacques Silva, cinco fundos que receberam investimentos do Igeprev t&ecirc;m liga&ccedil;&atilde;o com os envolvidos na opera&ccedil;&atilde;o. Um deles, o &quot;Viaja Brasil&quot;, era controlado pelo doleiro Alberto Youssef, personagem de destaque nas investiga&ccedil;&otilde;es sobre corrup&ccedil;&atilde;o que ganharam repercuss&atilde;o nacional.<br />
<br />
<em>&ldquo;Nunca vi algo semelhante ao que ocorreu no Igeprev nos 30 anos em que fui auditor do Tribunal de Contas da Uni&atilde;o. J&aacute; temos um preju&iacute;zo irrecuper&aacute;vel de R$ 263 milh&otilde;es. Estamos estudando o que fazer para reaver o que pode ser recuperado</em>&rdquo;, comentou o presidente do Igeprev.<br />
<br />
Clenan Renaut disse que o Minist&eacute;rio P&uacute;blico Estadual j&aacute; possui dados e a&ccedil;&otilde;es prontas sobre os investimentos da institui&ccedil;&atilde;o previdenci&aacute;ria. <em>&quot;Vamos analisar com cuidado este relat&oacute;rio oficial, fornecido pelo Igeprev&rdquo;.</em><br />
<br />
Jacques Silva ainda citou que foram realizados investimentos em produtos como quartos de hotel, no valor de R$ 600 mil cada, florestas de eucalipto, pr&eacute;dios antigos, resorts, terrenos em outros estados, entre outros. <em>&quot;Por lei, s&oacute; podemos investir at&eacute; 25% do patrim&ocirc;nio do fundo, por&eacute;m, temos casos de at&eacute; 100%. Somente na rede de churrascarias Porc&atilde;o foram investidos 40%, num total de R$ 400 mil&rdquo;.</em><br />
<br />
O vice-presidente do Igeprev, Floriano Rodrigues, tamb&eacute;m esteve presente na entrega do relat&oacute;rio.</span>

Comentários pelo Facebook: