Seet
Sobral – 300×100

Mais de 99 mil hipertensos recebem acompanhamento com profissional de saúde no Tocantins

admin -

<span style="font-size:14px;">Registros da Secretaria de Estado da Sa&uacute;de (Sesau) mostram que 99.145 hipertensos recebem acompanhamento regular de um m&eacute;dico ou enfermeiro no Tocantins. Esse acompanhamento &eacute; oferecido por todas as Unidades de Sa&uacute;de da Fam&iacute;lia (USF), e que ofertam um calend&aacute;rio espec&iacute;fico de atendimento a esses pacientes. O objetivo &eacute; oferecer assist&ecirc;ncia e orienta&ccedil;&atilde;o cont&iacute;nua aos portadores da doen&ccedil;a que &eacute; cr&ocirc;nica e silenciosa. Segundo dados da Sesau, atualmente 106.372 hipertensos diagnosticados est&atilde;o cadastrados.<br />
<br />
Pesquisa recente realizada pelo Minist&eacute;rio da Sa&uacute;de mostra que Palmas &eacute; a capital com menor percentual de preval&ecirc;ncia de hipertens&atilde;o no Pa&iacute;s. A Pesquisa de Vigil&acirc;ncia de Fatores de Risco e Prote&ccedil;&atilde;o para Doen&ccedil;as Cr&ocirc;nicas por Inqu&eacute;rito Telef&ocirc;nico (Vigitel) 2014 ouviu 40.853 pessoas com 18 anos ou mais nas 26 capitais e no Distrito Federal. Segundo a pesquisa, 15% dos adultos de Palmas apresentam hipertens&atilde;o arterial.<br />
<br />
Os dados nacionais divulgados mostram ainda que a m&eacute;dia nacional &eacute; de 25%, isto &eacute;, um quarto da popula&ccedil;&atilde;o apresenta hipertens&atilde;o arterial. Se comparando a popula&ccedil;&atilde;o feminina (27%) e masculina (23%), em m&eacute;dia, mais mulheres t&ecirc;m hipertens&atilde;o que os homens.<br />
<br />
<strong><u>Hipertens&atilde;o arterial</u></strong><br />
<br />
A doen&ccedil;a &eacute; um mal cr&ocirc;nico e silencioso cuja aus&ecirc;ncia de sintomas pode retardar o controle inicial. Ela ocorre quando a press&atilde;o arterial est&aacute; acima do limite considerado normal, isto &eacute;, quando a press&atilde;o arterial m&aacute;xima (sist&oacute;lica) est&aacute; em 120 e a m&iacute;nima (diast&oacute;lica) em 80 mil&iacute;metros de merc&uacute;rio.<br />
<br />
A forma mais eficaz de diagnosticar o problema &eacute; realizando aferi&ccedil;&otilde;es periodicamente, como explica o gerente de Doen&ccedil;as N&atilde;o Transmiss&iacute;veis, Jader Jos&eacute; Ros&aacute;rio da Silva. &ldquo;Qualquer pessoa, independente da idade ou sexo, pode estar suscet&iacute;vel &agrave; doen&ccedil;a, que pode ter origem heredit&aacute;ria ou mesmo por fatores ambientais, como dieta e h&aacute;bitos de vida, por exemplo&rdquo;, acrescenta o gerente.<br />
<br />
Segundo Silva, sintomas como dores de cabe&ccedil;a, dores no peito ou tonturas, podem ser um indicativo de alerta e a orienta&ccedil;&atilde;o &eacute; que a pessoa procure um servi&ccedil;o de sa&uacute;de em busca de uma avalia&ccedil;&atilde;o.<br />
<br />
<u><strong>Controle</strong></u><br />
<br />
Evitar o tabagismo, aderir a pr&aacute;tica de atividade f&iacute;sica regular e uma dieta com consumo moderado de sal s&atilde;o as principais recomenda&ccedil;&otilde;es dos especialistas. A orienta&ccedil;&atilde;o da respons&aacute;vel pela &Aacute;rea T&eacute;cnica Estadual da Hipertens&atilde;o, Josineide Reis, &eacute; procurar uma das USF para realizar uma consulta m&eacute;dica e solicitar a aferi&ccedil;&atilde;o da press&atilde;o periodicamente.<br />
<br />
&ldquo;&Eacute; interessante anotar os valores sempre que a press&atilde;o for medida. Isso pode ajudar o m&eacute;dico e auxiliar na avalia&ccedil;&atilde;o da efic&aacute;cia do tratamento&rdquo;, acrescenta.<br />
<br />
<strong><u>Medicamento gratuito</u></strong><br />
<br />
Uma pessoa hipertensa pode obter a medica&ccedil;&atilde;o de controle da hipertens&atilde;o arterial gratuitamente na Farm&aacute;cia Popular do Brasil e mesmo em farm&aacute;cias comerciais que s&atilde;o conveniadas com o Governo Federal. Para isso basta apresentar o receitu&aacute;rio m&eacute;dico do Sistema &Uacute;nico de Sa&uacute;de (SUS), particular ou de conv&ecirc;nios. Outra op&ccedil;&atilde;o s&atilde;o as farm&aacute;cias municipais que aceitam apenas receitu&aacute;rio emitido por m&eacute;dicos dos servi&ccedil;os do SUS.<br />
<br />
Em Palmas, a Farm&aacute;cia Popular do Brasil fica localizada na Avenida JK, Quadra 106 Norte ACSV-NE 12 n&ordm; 16 e oferece atendimento especializado de farmac&ecirc;uticos e atendentes capacitados. Com rela&ccedil;&atilde;o &agrave;s farm&aacute;cias conveniadas, a rela&ccedil;&atilde;o de estabelecimento por Estado pode ser consultada no endere&ccedil;o eletr&ocirc;nico: <a href="http://bit.ly/ministerioSaude" target="_blank">bit.ly/ministerioSaude</a>.<br />
<br />
<u><strong>Pesquisa Vigitel</strong></u><br />
<br />
A Vigitel 2014 aponta os seguintes percentuais de hipertensos: Palmas (15%), S&atilde;o Lu&iacute;s (17%), Boa Vista (18%), Bel&eacute;m (19%), Manaus (19%), Macap&aacute; (20%), Porto Velho (21%), Curitiba (23%), Teresina (23%), Aracaju (23%), Florian&oacute;polis (23%), Rio Branco (23%), Goi&acirc;nia (24%), Fortaleza (24%), Belo Horizonte (24%), Distrito Federal (24%), Cuiab&aacute; (25%), Campo Grande (25%), S&atilde;o Paulo (25%), Jo&atilde;o Pessoa (26%), Salvador (26%), Natal (26%), Vit&oacute;ria (27%), Macei&oacute; (28%), Rio de Janeiro (28%), Recife (28%) e Porto Alegre (29%).</span>

Comentários pelo Facebook: