Seet
Sobral – 300×100

Dimas inaugura Centro Municipal de Fisioterapia de Araguaína e entrega motolâncias ao Samu

admin -

<span style="font-size:14px;">Foi inaugurado na manh&atilde; desta ter&ccedil;a-feira (9) o Centro Municipal de Fisioterapia de Aragua&iacute;na (TO) e tamb&eacute;m implantado oficialmente o servi&ccedil;o de motol&acirc;ncias do Servi&ccedil;o de Atendimento M&oacute;vel de Urg&ecirc;ncia (Samu). O Centro recebeu o nome de Rivaldo Ferreira Miranda, em homenagem ao funcion&aacute;rio que trabalhou como diretor no local, que na &eacute;poca era a Policl&iacute;nica do Bairro S&atilde;o Jo&atilde;o, entre os anos de 1993 e 1994.<br />
<br />
Para o prefeito Ronaldo Dimas, a inaugura&ccedil;&atilde;o da unidade ampliar&aacute; ainda mais a refer&ecirc;ncia da cidade na &aacute;rea da sa&uacute;de.&nbsp;Em rela&ccedil;&atilde;o &agrave;s motol&acirc;ncias, Dimas explicou que os ve&iacute;culos dar&atilde;o mais agilidade aos atendimentos do Samu. <em>&ldquo;As motos tem o objetivo de prestar um atendimento mais r&aacute;pido, para um atendimento que n&atilde;o haja a exig&ecirc;ncia de uma ambul&acirc;ncia. A moto pode antecipar o atendimento ou mesmo resolver o problema com mais celeridade&rdquo;, </em>comentou.<br />
<br />
O secret&aacute;rio municipal de Sa&uacute;de, Jean Coutinho Lu&iacute;s, disse que a motol&acirc;ncia &eacute; o primeiro socorro no atendimento ao trauma, e o Centro de Fisioterapia &eacute; o processo de finaliza&ccedil;&atilde;o do trauma. <em>&ldquo;S&atilde;o dois servi&ccedil;os muito importantes para o munic&iacute;pio. S&atilde;o as primeiras motol&acirc;ncias a serem implantadas no Estado, Aragua&iacute;na sempre saindo na frente em rela&ccedil;&atilde;o aos servi&ccedil;os de sa&uacute;de</em>&rdquo;, completou o secret&aacute;rio.<br />
<br />
Segundo o secret&aacute;rio de sa&uacute;de, 80% das ocorr&ecirc;ncias do Hospital Regional de Aragua&iacute;na (HRA) s&atilde;o traumas; dessa porcentagem, 53% s&atilde;o traumas decorridos de acidentes de motos. <em>&ldquo;Ent&atilde;o esses dados s&oacute; v&ecirc;m a demonstrar a import&acirc;ncia desse servi&ccedil;o que est&aacute; sendo implantado e oferecido hoje para a popula&ccedil;&atilde;o&rdquo;</em>, finalizou.<br />
<br />
<u><strong>Centro de Fisioterapia</strong></u><br />
<br />
<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/Cr%E9dito%20Marcos%20Filho%20-%20Ascom%20(R318F).JPG" style="width: 300px; height: 200px; border-width: 0px; border-style: solid; margin-left: 5px; margin-right: 5px; float: right;" />O Centro de Fisioterapia oferece quatro fisioterapeutas, 10 salas e ter&aacute; capacidade inicial de atender at&eacute; 500 pacientes por m&ecirc;s, de segunda a sexta-feira, das 7h30 &agrave;s 18 horas. Os servi&ccedil;os de fisioterapia ser&atilde;o disponibilizados a usu&aacute;rios com dificuldades de locomo&ccedil;&atilde;o, portadores de agravos-ortop&eacute;dicos (v&iacute;timas de acidente, problemas na coluna, h&eacute;rnia de disco, entre outros), pacientes com problemas mentais e com dificuldades para respirar, bem como tratamento preventivo para reeduca&ccedil;&atilde;o de postura e idosos.<br />
<br />
Um dos fisioterapeutas que vai atuar na unidade, Juliano Elias, explicou que o Centro vai atender desde a parte de preven&ccedil;&atilde;o at&eacute; a parte do p&oacute;s-operat&oacute;rio, cirurgias, traumas neurol&oacute;gicos, acidente vascular cerebral (AVC).<em> &ldquo;Na verdade vamos atender da parte neurol&oacute;gica at&eacute; a ortop&eacute;dica&rdquo;</em>, explicou. <em>&ldquo;N&atilde;o t&iacute;nhamos um servi&ccedil;o que era disponibilizado para toda a popula&ccedil;&atilde;o. T&iacute;nhamos uma car&ecirc;ncia nesse setor. Acredito que a gente vai conseguir suprir de uma forma melhor a demanda da popula&ccedil;&atilde;o que necessitava desse servi&ccedil;o&rdquo;</em>, concluiu.</span><br />

Comentários pelo Facebook: