Sobral – 300×100
Seet

Saldo da Balança Comercial do Tocantins aumenta 300% nos primeiros meses

admin -

<span style="font-size:14px;">O Saldo da Balan&ccedil;a Comercial do Tocantins divulgado pelo Centro Internacional de Neg&oacute;cios (CIN) da Federa&ccedil;&atilde;o das Ind&uacute;strias do Estado do Tocantins (FIETO) mostrou que nos quatro primeiros meses desse ano o Saldo positivo aumentou em 300% se comparado com o mesmo per&iacute;odo de 2014.<br />
<br />
Esse aumento foi em grande parte decorrente do aumento de mais de 40% nas exporta&ccedil;&otilde;es do per&iacute;odo, impulsionado pela exporta&ccedil;&atilde;o de soja, que aumentou 79% em rela&ccedil;&atilde;o a 2014.&nbsp; Al&eacute;m disso, a redu&ccedil;&atilde;o de mais de 50% nas importa&ccedil;&otilde;es tamb&eacute;m contribuiu para o Saldo positivo da Balan&ccedil;a tocantinense, sendo que a importa&ccedil;&atilde;o de m&aacute;quinas e equipamentos sofreu redu&ccedil;&atilde;o acima de 60%.<br />
<br />
A maior parte das exporta&ccedil;&otilde;es (97%) s&atilde;o de produtos b&aacute;sicos e apenas 3% de produtos industrializados. Os gr&atilde;os representam 71% das exporta&ccedil;&otilde;es dos produtos tocantinenses e as carnes e miudezas comest&iacute;veis 17%.<br />
<br />
O Tocantins tem mais de 30 parceiros comerciais nas exporta&ccedil;&otilde;es. Os principais compradores desse ano foram: China (41%), Espanha (11%), Ar&aacute;bia Saudita, R&uacute;ssia. Em termos de bloco econ&ocirc;mico o maior parceiro &eacute; a &Aacute;sia (52%), seguido da Uni&atilde;o Europeia (21%).<br />
<br />
Os Munic&iacute;pios de Pedro Afonso e Campos Lindos foram respons&aacute;veis cada um por 24% das exporta&ccedil;&otilde;es, seguido de Aragua&iacute;na (16%), Silvan&oacute;polis (10%), Guara&iacute; (7%) e Palmas (6%).<br />
<br />
<em>&quot;Os n&uacute;meros do com&eacute;rcio exterior do Tocantins tem apresentado constante crescimento e mesmo com uma pauta exportadora pouco diversificada, tem percebido a iniciativa de inser&ccedil;&atilde;o de novos produtos no mercado externo. Al&eacute;m disso, boa parte das importa&ccedil;&otilde;es s&atilde;o pautadas em equipamentos para renovar e fortalecer o parque industrial e da agroind&uacute;stria do Tocantins</em>&rdquo; explicou a gerente do Centro Internacional de Neg&oacute;cios da FIETO, Greyce Labre.<br />
<br />
Na compara&ccedil;&atilde;o com os Estados da Regi&atilde;o Norte, considerando o Saldo Comercial, o Tocantins ficou em 2&ordm; lugar com o maior saldo positivo, perdendo apenas para o maior exportador da Regi&atilde;o Norte, Par&aacute;, enquanto o Amazonas registrou o maior saldo negativo, devido a Zona Franca de Manaus.</span>

Comentários pelo Facebook: