Sobral – 300×100
Seet

Polícia Militar desenvolve aplicativo de celular que fiscaliza situação de veículos automotores

admin -

<span style="font-size:14px;">Uma nova ferramenta de apoio ao policiamento e &agrave; fiscaliza&ccedil;&atilde;o dos autom&oacute;veis em circula&ccedil;&atilde;o no Estado foi desenvolvida pelo grupo t&eacute;cnico do Sistema Integrado de Opera&ccedil;&otilde;es (SIOP) da Pol&iacute;cia Militar (PM) do Tocantins. &Eacute; um aplicativo de celular que cruza dados do Departamento Nacional de Tr&acirc;nsito (Denatran) e facilita o trabalho de policiais civis e militares nas ruas, ao passo em que permite que se realize, em um curto espa&ccedil;o de tempo, o levantamento de toda a documenta&ccedil;&atilde;o de um ve&iacute;culo abordado. A iniciativa, pioneira no Pa&iacute;s, j&aacute; foi baixada em 900 smartphones do Estado.<br />
<br />
Desenvolvido pelos militares Bruno Sales, Ueslei Taivan, Thales Wilke e Paulo Roberto Maciel, todos analistas de sistemas, o aplicativo est&aacute; dispon&iacute;vel de forma gratuita na plataforma android, mas est&aacute; limitada a policiais militares ou civis, que devem assinar um termo de responsabilidade antes do funcionamento e opera&ccedil;&atilde;o do aplicativo.&nbsp;<br />
<br />
Segundo o cabo Bruno Sales, o uso do aplicativo &eacute; restrito ao policiamento, uma vez que ele apresenta, por meio de texto, informa&ccedil;&otilde;es sigilosas referentes ao ve&iacute;culo e ao seu propriet&aacute;rio. <em>&ldquo;Esta ferramenta &eacute; complementar ao trabalho de policiamento e por tratar de informa&ccedil;&otilde;es sigilosas, s&oacute; deve ser utilizada durante o trabalho&rdquo;,</em> afirmou.<br />
<br />
Para o comandante da Pol&iacute;cia Militar no Estado, Glauber de Oliveira Santos, a ferramenta proporciona o tr&aacute;fego de informa&ccedil;&otilde;es confi&aacute;veis, que al&eacute;m da fiscaliza&ccedil;&atilde;o de tr&acirc;nsito, vai contribuir no processo de arrecada&ccedil;&atilde;o do Estado, uma vez que o aplicativo apresenta todos os dados tribut&aacute;veis do ve&iacute;culo abordado, al&eacute;m de garantir a seguran&ccedil;a da popula&ccedil;&atilde;o. <em>&ldquo;Sabemos que 80% dos crimes cometidos est&atilde;o envolvendo ve&iacute;culos automotores. Com o aux&iacute;lio deste aplicativo, teremos condi&ccedil;&atilde;o em tempo real de verificar os dados de um ve&iacute;culo suspeito&rdquo;</em>, disse.<br />
<br />
<u><strong>Saiba mais</strong></u><br />
<br />
No dia 18 de maio, militares da Capital realizaram testes com o aplicativo durante aproximadamente duas horas. Neste per&iacute;odo, foram realizadas 32 consultas ao sistema integrado &agrave; rede m&oacute;vel, onde se verificou que 11 ve&iacute;culos trafegavam em condi&ccedil;&otilde;es irregulares. Deste total, foram emitidos autos de infra&ccedil;&atilde;o, quer resultaram em R$ 14.402,05 em arrecada&ccedil;&atilde;o de multas.</span>

Comentários pelo Facebook: