Sobral – 300×100
Seet

Empresários fecham lojas e vão às ruas denunciar abandono da segurança pública em Araguaína

admin -

<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<br />
&quot;Nosso medo virou indigna&ccedil;&atilde;o. Queremos seguran&ccedil;a&quot;. Esse foi o tema de uma grande manifesta&ccedil;&atilde;o em prol da seguran&ccedil;a p&uacute;blica em Aragua&iacute;na (TO) na manh&atilde; desta quarta-feira (17). Cansados de esperar a&ccedil;&otilde;es governamentais e revoltados com a crescente viol&ecirc;ncia, empres&aacute;rios, colaboradores do com&eacute;rcio, v&aacute;rias categorias profissionais e a comunidade em geral sa&iacute;ram &agrave;s ruas com cartazes e faixas para cobrar a&ccedil;&otilde;es urgentes e efetivas para o controle da criminalidade. V&aacute;rias lojas baixaram as portas e liberaram os funcion&aacute;rios para participarem da manifesta&ccedil;&atilde;o.&nbsp;<br />
<br />
Segundo a organiza&ccedil;&atilde;o, mais de 2 mil pessoas e 16 entidades participaram da mobiliza&ccedil;&atilde;o.&nbsp;<br />
<br />
A concentra&ccedil;&atilde;o aconteceu na Pra&ccedil;a das Bandeiras, de onde os participantes sa&iacute;ram percorrendo a Avenida C&ocirc;nego Jo&atilde;o Lima at&eacute; a BR-153, onde houve um ato simb&oacute;lico e uma grande concentra&ccedil;&atilde;o de pessoas. As Pol&iacute;cias Militar e Rodovi&aacute;ria Federal prestaram assist&ecirc;ncia. O tr&acirc;nsito ficou liberado em apenas uma das faixas da rodovia BR-153, depois de 30 minutos de fechamento total.&nbsp;<br />
<br />
Segundo os organizadores, a mobiliza&ccedil;&atilde;o &eacute; fruto de uma parceria entre v&aacute;rias entidades sociais, institui&ccedil;&otilde;es de ensino e ONGs. &Eacute; uma forma de chamar a aten&ccedil;&atilde;o do poder p&uacute;blico para a situa&ccedil;&atilde;o de abandono vivenciada por Aragua&iacute;na com rela&ccedil;&atilde;o &agrave; seguran&ccedil;a p&uacute;blica. <em>&ldquo;J&aacute; chegou a hora de darmos um basta nesta viol&ecirc;ncia. Os assaltos &agrave; m&atilde;o armada ao com&eacute;rcio e resid&ecirc;ncias est&atilde;o aterrorizando a popula&ccedil;&atilde;o e cresceram vertiginosamente nos &uacute;ltimos meses&rdquo;</em>, afirma o presidente da Associa&ccedil;&atilde;o comercial e Industrial de Aragua&iacute;na, Manoel de Assis Silva.<br />
<br />
O principal foco da manifesta&ccedil;&atilde;o foi o aumento no efetivo de policiais militares e civis na cidade, melhor aparelhamento das for&ccedil;as de seguran&ccedil;a e a reativa&ccedil;&atilde;o imediata dos conselhos comunit&aacute;rios de seguran&ccedil;a. <em>&ldquo;Estamos muito aqu&eacute;m dos investimentos que s&atilde;o feitos na capital e somos a segunda maior cidade do Estado, respons&aacute;veis por uma parcela significativa na arrecada&ccedil;&atilde;o de tributos&rdquo;</em>, comentou o presidente dos Conselhos de Seguran&ccedil;a, Dearley Kuhn.<br />
<br />
<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/IMG-20150617-WA0002.jpg" style="width: 600px; height: 361px;" /><br />
De acordo com a organiza&ccedil;&atilde;o, a passeata foi o ponto de partida para a&ccedil;&otilde;es permanentes com rela&ccedil;&atilde;o &agrave; seguran&ccedil;a p&uacute;blica como f&oacute;runs de discuss&atilde;o, gabinete de gest&atilde;o integrada e projetos sociais e esportivos para inclus&atilde;o de jovens.<br />
<br />
Participaram da mobiliza&ccedil;&atilde;o representantes do Sindicado dos Empregados do Com&eacute;rcio do Estado do Tocantins &ndash; SECETO, Universidade Federal, Ma&ccedil;onaria, ITPAC, Faculdade Cat&oacute;lica Dom Orione, bancos Ita&uacute; e Caixa Econ&ocirc;mica Federal, Rotary Club, Lions Clube, Corpo de Bombeiros, Sindicato das Ind&uacute;strias de Confec&ccedil;&otilde;es do Estado, Ordem dos Advogados do Brasil, ONG SOS Liberdade, ONG Justi&ccedil;a e Cidadania, Conselho dos Pastores de Aragua&iacute;na e Federa&ccedil;&atilde;o das Associa&ccedil;&otilde;es das Micro e Pequenas Empresas de Aragua&iacute;na.<br />
<br />
<em>(Fotos: Luis Ernandes/Cisquinho – Canal 54)</em></span>

Comentários pelo Facebook: