Sobral – 300×100
Seet

Partido Progressista defende redução da maioridade penal durante Fórum no Tocantins

admin -

<span style="font-size:14px;">A redu&ccedil;&atilde;o da maioridade penal, seguran&ccedil;a p&uacute;blica e a reforma pol&iacute;tica foram os assuntos debatidos na manh&atilde; desta sexta-feira (19), na Assembleia Legislativa (AL), durante o F&oacute;rum &ndash; Propostas Progressistas para o Brasil. Organizando pelo diret&oacute;rio estadual do PP em parceria com a Funda&ccedil;&atilde;o Milton Campos, o evento reuniu lideran&ccedil;as nacionais e estaduais do partido, filiados, membros da sociedade civil e imprensa.<br />
<br />
Na abertura do F&oacute;rum, a senadora e presidente da Funda&ccedil;&atilde;o Milton Campos, Ana Am&eacute;lia (PP-RS), parabenizou o diret&oacute;rio do PP-TO, nos nomes do deputado federal L&aacute;zaro Botelho e da deputada estadual Valderez Castelo Branco, pela organiza&ccedil;&atilde;o do evento e tamb&eacute;m todos os presentes pela grande mobiliza&ccedil;&atilde;o.<br />
<br />
<em>&ldquo;Parabenizo pelo grau de organiza&ccedil;&atilde;o. Quando n&oacute;s entramos aqui olhamos e pensamos: estamos numa conven&ccedil;&atilde;o americana. Tem cara de festa, de organiza&ccedil;&atilde;o, de foco. E precisamos dessa mobiliza&ccedil;&atilde;o, desse entusiasmo. E &eacute; isso que a gente est&aacute; vendo aqui hoje, esse vigor. N&atilde;o h&aacute; partido que cres&ccedil;a se n&atilde;o for dessa forma. Aqui est&atilde;o as lideran&ccedil;as que t&ecirc;m a for&ccedil;a de mudar as nossas cidades, o Estado do Tocantins e o nosso Pa&iacute;s&rdquo;</em>, afirmou.<br />
<br />
O deputado Federal e presidente estadual do PP, L&aacute;zaro Botelho, refor&ccedil;ou o compromisso do partido em manter aberto o di&aacute;logo progressista. <em>&ldquo;Este ser&aacute; um F&oacute;rum permanente, que debater&aacute; sobre os principais assuntos do nosso Estado e do Brasil. Vamos lev&aacute;-lo para os nossos munic&iacute;pios&rdquo;</em>, garantiu. J&aacute; a deputada Valderez destacou a presen&ccedil;a da senadora Ana Am&eacute;lia e refor&ccedil;ou a import&acirc;ncia do trabalho da senadora para o Pa&iacute;s. <em>&ldquo;Uma grande mulher que representa com muita &eacute;tica o compromisso do Partido Progressista&rdquo;</em>, declarou.<br />
<br />
Ap&oacute;s as formalidades de abertura, come&ccedil;aram as palestras sobre seguran&ccedil;a e redu&ccedil;&atilde;o da maioridade penal e sobre a reforma pol&iacute;tica.<br />
<br />
<u><strong>Redu&ccedil;&atilde;o da maioridade penal</strong></u><br />
<br />
O deputado federal e presidente da Comiss&atilde;o de Constitui&ccedil;&atilde;o e Justi&ccedil;a e de Cidadania (CCJC), Arthur Lira (PP-AL), foi um dos palestrantes do evento. Em sua fala, ele destacou o seu posicionamento e o do partido sobre o pol&ecirc;mico tema da redu&ccedil;&atilde;o da maioridade penal.<br />
<br />
<em>&ldquo;Sou a favor da redu&ccedil;&atilde;o plena. Agora com maneiras diferenciadas de cumpri-las. N&oacute;s, por exemplo, n&atilde;o defendemos que a pena dos atuais menores seja cumprida no mesmo sistema carcer&aacute;rio que se tem hoje. Na CCJC, estamos discutindo uma reforma do sistema carcer&aacute;rio, para que ele passa dar oportunidade tanto do menor infrator quanto do maior de sair de l&aacute; com plenas condi&ccedil;&otilde;es de serem reintegrados &agrave; sociedade&rdquo;,</em> afirmou.<br />
<br />
Na &uacute;ltima quarta-feira, 17 de junho, a comiss&atilde;o especial da C&acirc;mara dos Deputados que discute a maioridade penal aprovou por 21 votos favor&aacute;veis e 6 contr&aacute;rios, o relat&oacute;rio do deputado Laerte Bessa (PR-DF) que reduz de 18 para 16 anos a idade penal para os crimes considerados graves. Para Lira, a aprova&ccedil;&atilde;o no Plen&aacute;rio da redu&ccedil;&atilde;o &eacute; dada como certa. &ldquo;Eu acredito que ela ser&aacute; aprovada. &Eacute; preciso mais de 308 votos e os deputados est&atilde;o mobilizados. Vamos atender um anseio da popula&ccedil;&atilde;o, pois se formos ver a grande maioria &eacute; a favor da redu&ccedil;&atilde;o&rdquo;, completou.<br />
<br />
<u><strong>Reforma Pol&iacute;tica</strong></u><br />
<br />
J&aacute; o cientista pol&iacute;tico, Luciano Dias, palestrou sobre o tema reforma pol&iacute;tica. Ele ressaltou pontos que podem melhorar o andamento do processo eleitoral e destacou as medidas que foram aprovadas e que podem mudar o cen&aacute;rio pol&iacute;tico atual.<br />
<br />
<em>&ldquo;Uma mudan&ccedil;a que pode ser considerada efetiva &eacute; a que determinou o fim da reelei&ccedil;&atilde;o. Ela, que &eacute; apoiada pela popula&ccedil;&atilde;o, torna o sistema pol&iacute;tico mais competitivo. Neste contexto, o sistema passa a ter um ciclo mais curto. Como as pessoas mudam de posi&ccedil;&atilde;o com maior frequ&ecirc;ncia, isso tende a favorecer o controle pol&iacute;tico partid&aacute;rio dessas pessoas&rdquo;,</em> declarou. Dias finalizou dizendo que o fim da reelei&ccedil;&atilde;o poder&aacute; tornar as gest&otilde;es mais eficientes.</span>

Comentários pelo Facebook: