Sobral – 300×100
Seet

Brinquedoteca do Hospital Municipal de Araguaína torna-se palco de estórias infantis

admin -

<span style="font-size:14px;">O imagin&aacute;rio infantil &eacute; despertado com as est&oacute;rias. Uma tarde l&uacute;dica, no qual sentimentos ser&atilde;o despertados com o objetivo de criar momentos de intera&ccedil;&atilde;o, promovendo o conhecimento e a aprendizagem, assim ser&aacute; este 1&ordm; de julho para as crian&ccedil;as que est&atilde;o internadas no Hospital Municipal de Aragua&iacute;na.<br />
<br />
Toda quarta-feira, a brinquedoteca do Hospital &eacute; transformada em um ambiente diferenciado. Seja despertando a leitura, o desenho, ou simplesmente, agu&ccedil;ando a imagina&ccedil;&atilde;o pela criatividade do ato de contar hist&oacute;rias e est&oacute;rias. O projeto faz parte da a&ccedil;&atilde;o de humaniza&ccedil;&atilde;o em sa&uacute;de implantado pela entidade filantr&oacute;pica Pr&oacute;-Sa&uacute;de &ndash; Associa&ccedil;&atilde;o Beneficente de Assist&ecirc;ncia Social e Hospitalar, que &eacute; gestora da unidade.<br />
<br />
Segundo a presidente da Comiss&atilde;o de Humaniza&ccedil;&atilde;o, Mariela Domit&iacute;lia, na tarde desta quarta-feira as crian&ccedil;as estar&atilde;o tendo momentos de intera&ccedil;&atilde;o com o fomento do lado afetivo e acolhedor, aliviando assim a ansiedade gerada por este per&iacute;odo que encontram-se hospitalizadas.<br />
<br />
O universo das est&oacute;rias infantis ser&aacute; aberto &agrave;s 14h. As crian&ccedil;as ficar&atilde;o em um c&iacute;rculo e ap&oacute;s a brinquedista contar a primeira est&oacute;ria, os pequenos ser&atilde;o incentivados a compartilharem uns com os outros a sua hist&oacute;ria preferida.<br />
<br />
A brinquedoteca do Hospital Municipal de Aragua&iacute;na funciona de segunda a sexta-feira, das 8 &agrave;s 12 horas e das&nbsp; 13 &agrave;s 17h. Aos s&aacute;bados funciona das 8 &agrave;s 12h, e nas quartas-feiras haver&aacute; um projeto especial de humaniza&ccedil;&atilde;o.</span>

Comentários pelo Facebook: