Sobral – 300×100
Seet

Leilão Pecuária Solidária em Araguaína vai priorizar entidades que necessitam de investimentos para promover ações

admin -

<span style="font-size:14px;">Iniciativa social que une o setor do agroneg&oacute;cio no Pa&iacute;s, a 4&ordf; edi&ccedil;&atilde;o do Leil&atilde;o Pecu&aacute;ria Solid&aacute;ria acontecer&aacute; no m&ecirc;s de novembro em Aragua&iacute;na, norte do Tocantins, e vai priorizar as entidades sociais que necessitam de investimentos para garantir atendimento e desenvolver suas a&ccedil;&otilde;es.<br />
<br />
J&aacute; escolhido como um dos benefici&aacute;rios de parte da arrecada&ccedil;&atilde;o do leil&atilde;o deste ano, o Banco de Leite Materno do Hospital Dom Orione, em Aragua&iacute;na, utilizar&aacute; o valor doado para a compra de um conjunto de equipamentos para manipula&ccedil;&atilde;o e conserva&ccedil;&atilde;o do leite doado. Sem esse equipamento, 60 litros de leite por dia deixam de ser coletados, comprometendo a sa&uacute;de dos beb&ecirc;s nascidos na unidade.&nbsp;<br />
<br />
Ao tomar conhecimento da necessidade do banco de leite, o leiloeiro rural Eduardo Gomes apresentou esta demanda aos parceiros do leil&atilde;o que concordaram e aprovaram a inclus&atilde;o do Banco de Leite, que ir&aacute; utilizar o recurso para aquisi&ccedil;&atilde;o do equipamento, cujo valor &eacute; de R$ 45 mil. <em>&quot;Este &eacute; um investimento que ir&aacute; salvar vidas na UTI Neo-Natal do Hospital&quot;</em>, afirmou Gomes, idealizador e criador do projeto, que j&aacute; repassou&nbsp; R$ 1,1 milh&atilde;o para entidades carentes do Tocantins nas outras tr&ecirc;s edi&ccedil;&otilde;es do evento.<br />
<br />
<u><strong>Banco do Leite</strong></u><br />
<br />
<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/bancodeleite-araguaina2.JPG" style="width: 300px; height: 329px; border-width: 0px; border-style: solid; margin-left: 5px; margin-right: 5px; float: right;" />Em atividade desde 2010 em Aragua&iacute;na, o banco de leite humano do Hospital Dom Orione j&aacute; registrou neste ano mais de 4,6 mil atendimentos individuais. Ao todo, foram coletados 300 litros de leite humano e mais de 210 litros distribu&iacute;dos.<br />
<br />
Os n&uacute;meros s&atilde;o da Rede Brasileira de Banco de Leite Humano, a RBLH, e atestam que o trabalho &eacute; refer&ecirc;ncia de atendimento na regi&atilde;o norte do Tocantins. Para a coordenadora do banco de leite, a enfermeira Diana Joy Ribeiro dos Santos, o leil&atilde;o vai ser vital para a melhoria do atendimento no hospital. <em>&quot;O hospital n&atilde;o tem recursos e, atrav&eacute;s desse projeto, j&aacute; conseguimos que chegassem alguns equipamentos para fazer a manipula&ccedil;&atilde;o do leite, prevenindo a contamina&ccedil;&atilde;o. Essa parceria tem otimizado bastante as nossas atividades&quot;</em>, disse.<br />
<br />
Ainda segundo Diana, cerca de 450 a 500 beb&ecirc;s nascem por m&ecirc;s no hospital, e apenas 250 s&atilde;o de Aragua&iacute;na, aproximadamente 20%. <em>&quot;O leite humano para esses beb&ecirc;s funciona n&atilde;o s&oacute; como alimento, mas como medicamento, pois aumenta a imunidade para que eles possam se recuperar mais r&aacute;pido</em>&quot;, disse.<br />
<br />
A coordenadora espera ainda difundir com o alcance da visibilidade do leil&atilde;o a necessidade de doa&ccedil;&otilde;es.&nbsp; <em>&quot;Os bancos de leite est&atilde;o continuamente precisando de doa&ccedil;&otilde;es, j&aacute; que a demanda &eacute; crescente e as doa&ccedil;&otilde;es limitam-se ao per&iacute;odo de amamenta&ccedil;&atilde;o de cada m&atilde;e. O que prejudica o banco de leite &eacute; que nem todas elas se tornam doadoras. Precisamos de mais conscientiza&ccedil;&atilde;o sobre a import&acirc;ncia da doa&ccedil;&atilde;o. N&oacute;s orientamos a m&atilde;e j&aacute; no hospital, ligamos para cada uma delas, mais ainda n&atilde;o tem sido suficiente, ainda n&atilde;o &eacute; cultura das pessoas fazer doa&ccedil;&atilde;o</em>&quot;, finalizou.&nbsp;<br />
<br />
<u><strong>O leil&atilde;o</strong></u><br />
<br />
O Leil&atilde;o Pecu&aacute;ria Solid&aacute;ria &eacute; uma iniciativa de v&aacute;rios segmentos da cadeia do agroneg&oacute;cio do Tocantins e de v&aacute;rios Estados brasileiros. Em tr&ecirc;s edi&ccedil;&otilde;es (Gurupi, em 2009; Palmas, em 2011; e Para&iacute;so do Tocantins, em 2013) j&aacute; foram arrecadados R$ 1,1 milh&atilde;o, revertidos em doa&ccedil;&otilde;es para entidades assistenciais do Estado que atendem pessoas carentes.<br />
<br />
Mais informa&ccedil;&otilde;es sobre o evento ou doa&ccedil;&otilde;es podem ser obtidas pelos telefones: (63) 3312-8774 / 9984-1181</span>

Comentários pelo Facebook: