Sobral – 300×100
Seet

Aterro Sanitário Intermunicipal já deve funcionar em julho e atender Araguaína e 12 mais cidades

admin -

<span style="font-size:14px;">Ser&aacute; entregue at&eacute; o final de julho o Aterro Sanit&aacute;rio Intermunicipal de Aragua&iacute;na (TO). As obras est&atilde;o bem adiantadas e dezenas de trabalhadores atuam na instala&ccedil;&atilde;o da eletricidade, acabamento e na aplica&ccedil;&atilde;o de asfalto no trevo que d&aacute; acesso ao aterro. Quando estiver totalmente pronto, o aterro, cuja opera&ccedil;&atilde;o ficar&aacute; sob a responsabilidade da empresa Litucera, vai atender Aragua&iacute;na e mais 12 cidades vizinhas, que comp&otilde;em o Cons&oacute;rcio Intermunicipal.<br />
<br />
<em>&ldquo;Todos os munic&iacute;pios que utilizar&atilde;o esse aterro estar&atilde;o cumprindo com a Pol&iacute;tica Nacional de Res&iacute;duos S&oacute;lidos, que determina at&eacute; o final de 2016 a extin&ccedil;&atilde;o dos antigos &lsquo;lix&otilde;es&rsquo; e sejam implementados os aterros, nas modalidades Municipal ou Intermunicipal</em>&rdquo;, destacou o diretor municipal de Fiscaliza&ccedil;&atilde;o e Monitoramento Ambiental, Anibal de Sousa Neto.<br />
<br />
Atualmente nove munic&iacute;pios comp&otilde;em o cons&oacute;rcio: Wanderl&acirc;ndia, Darcin&oacute;polis, Carmol&acirc;ndia, Piraqu&ecirc;, Santa F&eacute; do Araguaia, Nova Olinda, Baba&ccedil;ul&acirc;ndia, Muricil&acirc;ndia e Aragominas. Posteriormente, Araguan&atilde;, Xambio&aacute; e Filad&eacute;lfia ser&atilde;o incorporados ao acordo.<br />
<br />
O aterro est&aacute; de acordo com as resolu&ccedil;&otilde;es Conselho Nacional do Meio Ambiente, Pol&iacute;tica Nacional de Res&iacute;duos S&oacute;lidos, consolidando o Plano de Gest&atilde;o Integrada de Res&iacute;duos S&oacute;lidos Urbanos e implementando as a&ccedil;&otilde;es do Plano Nacional de Saneamento em Aragua&iacute;na.<br />
<br />
<strong><u>Acesso</u></strong><br />
<br />
Logo na entrada, est&aacute; sendo constru&iacute;da uma rotat&oacute;ria na BR-153 e tamb&eacute;m o asfaltamento das ruas do trevo que vai facilitar o acesso &agrave; entrada e o fluxo de ve&iacute;culos na rodovia federal. No aterro, j&aacute; est&aacute; pronta uma &aacute;rea administrativa com duas salas e dois banheiros, restando apenas a aquisi&ccedil;&atilde;o de materiais de escrit&oacute;rio.<br />
<br />
<strong><u>Estrutura</u></strong><br />
<br />
<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/Cr%E9dito%20Marcos%20Filho%20-%20Ascom%20(372d).jpg" style="width: 300px; height: 200px; border-width: 0px; border-style: solid; margin-left: 5px; margin-right: 5px; float: right;" />Tamb&eacute;m est&aacute; praticamente pronto para funcionamento o galp&atilde;o de triagem, onde ficar&atilde;o dois esterilizadores ou autoclaves, que ter&atilde;o a fun&ccedil;&atilde;o de reduzir os res&iacute;duos s&oacute;lidos; um triturador, que vai recortar os materiais para reciclagem; e tamb&eacute;m um incinerador, para queima do lixo hospitalar. &Eacute; no galp&atilde;o tamb&eacute;m onde vai funcionar a Esta&ccedil;&atilde;o de Tratamento de Chorume.<br />
<br />
Tamb&eacute;m est&aacute; pronta para uso uma balan&ccedil;a de solo, capaz de efetuar a pesagem dos res&iacute;duos com precis&atilde;o para que cada tonelada de lixo coletado seja paga pela Prefeitura. A sala de controle da balan&ccedil;a e uma guarita est&atilde;o quase prontos.<br />
<br />
Duas valas, forradas por um material emborrachado, tamb&eacute;m j&aacute; foram conclu&iacute;das para dep&oacute;sito do lixo s&oacute;lido produzido na cidade. A produ&ccedil;&atilde;o do g&aacute;s metano que pode ser incinerado ou reaproveitado ter&aacute; destina&ccedil;&atilde;o correta. <em>&ldquo;Vamos receber e tratar lixo domiciliar, res&iacute;duos de sa&uacute;de e lixo industrial. Futuramente haver&aacute; uma amplia&ccedil;&atilde;o para receber outros res&iacute;duos</em>&rdquo;, explicou.<br />
<br />
<u><strong>Reciclagem</strong></u><br />
<br />
Aragua&iacute;na produz em m&eacute;dia 110 toneladas de res&iacute;duo domiciliar e de sa&uacute;de por dia. Desse n&uacute;mero, 70% &eacute; recicl&aacute;vel, como pl&aacute;stico, metal e papel. A pr&oacute;xima campanha adotada pela Prefeitura ser&aacute; a coleta seletiva pelos moradores.&nbsp; <em>&ldquo;Vale destacar tamb&eacute;m que o Aterro obedece a dist&acirc;ncia m&iacute;nima legal da &aacute;rea de seguran&ccedil;a aeroportu&aacute;ria (ASA), que &eacute; de 20 km do Aeroporto da cidade</em>&rdquo;, finalizou.<br />
<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/Cr%C3%A9dito%20Marcos%20Filho%20-%20Ascom%20(372c).jpg" style="width: 600px; height: 400px;" /></span><br />

Comentários pelo Facebook: