Seet
Sobral – 300×100

Associações, autoridades e órgãos do governo debatem sobre Polícia Comunitária em Araguaína

admin -

<span style="font-size:14px;">A seguran&ccedil;a p&uacute;blica &eacute; tema de debate em Aragua&iacute;na. Ser&aacute; realizada nesta quarta-feira, 8, &agrave;s 19 horas, no audit&oacute;rio da Associa&ccedil;&atilde;o Comercial e Industrial de Aragua&iacute;na (Aciara), uma reuni&atilde;o que ter&aacute; como tema principal a Pol&iacute;cia Comunit&aacute;ria. O encontro &eacute; promovido pela Pol&iacute;cia Comunit&aacute;ria do Comando Geral da Pol&iacute;cia Militar do Tocantins. A procuradora geral do Munic&iacute;pio, Luciana Ventura, representar&aacute; o prefeito Ronaldo Dimas, que est&aacute; em viagem a Bras&iacute;lia, e dever&aacute; propor sugest&otilde;es para ajudar na seguran&ccedil;a p&uacute;blica da cidade.<br />
<br />
Al&eacute;m do Executivo, foram convidados a participarem da reuni&atilde;o representantes das C&eacute;lulas Comunit&aacute;rias, Pol&iacute;cias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e da Secretaria de Seguran&ccedil;a P&uacute;blica do Estado. O objetivo do encontro &eacute; de consolidar parcerias e intera&ccedil;&atilde;o com a comunidade, para prevenir e reduzir a criminalidade e a viol&ecirc;ncia em geral, com a participa&ccedil;&atilde;o da sociedade como instrumento de modifica&ccedil;&atilde;o.<br />
<br />
<strong><u>Pol&iacute;cia Comunit&aacute;ria</u></strong><br />
<br />
Pol&iacute;cia Comunit&aacute;ria &eacute; uma filosofia e uma estrat&eacute;gia organizacional que proporciona uma parceria entre popula&ccedil;&atilde;o e a pol&iacute;cia, baseada na premissa de que tanto a pol&iacute;cia quanto a comunidade devem trabalhar (juntos) para identificar, priorizar e resolver os problemas contempor&acirc;neos, como crimes, drogas, medos, desordens f&iacute;sicas e morais, com o objetivo de melhorar a qualidade geral de vida da cidade. Tudo isso baseado na cren&ccedil;a de que os problemas sociais ter&atilde;o solu&ccedil;&otilde;es cada vez mais efetivas, na medida em que haja a participa&ccedil;&atilde;o de todos na sua identifica&ccedil;&atilde;o, an&aacute;lise e discuss&atilde;o.<br />
<br />
No Tocantins, o Programa de Pol&iacute;cia Comunit&aacute;ria foi lan&ccedil;ado em Palmas, em 2001. As cidades de Aragua&iacute;na e Para&iacute;so foram as primeiras a aderirem a causa. A base m&oacute;vel de Aragua&iacute;na est&aacute; desativada h&aacute; quatro meses, mas as c&eacute;lulas est&atilde;o sem fomento e apoio h&aacute; alguns anos.</span>

Comentários pelo Facebook: