Sobral – 300×100
Seet

Representante do papa Francisco no Brasil é recepcionado no TO

admin -

<span style="font-size:14px;">Em sua primeira passagem pelo Tocantins, o representante do papa Francisco no Brasil, dom Giovanni D&rsquo;Aniello, foi recepcionado com honras de Estado pela vice-governadora Claudia Lelis, no domingo, dia 11, no aeroporto de Porto Nacional. O n&uacute;ncio apost&oacute;lico veio ao munic&iacute;pio para participar do &uacute;ltimo dia de comemora&ccedil;&otilde;es do centen&aacute;rio da Diocese portuense e celebrar missa solene.&nbsp;<br />
&nbsp;<br />
Ao receber o representante diplom&aacute;tico da Santa S&eacute;, a vice-governadora Claudia Lelis destacou a import&acirc;ncia da visita dele ao Estado. <em>&ldquo;Hoje &eacute; um dia muito especial para o Tocantins e principalmente para a cidade de Porto Nacional. Em nome do Governo do Estado, quero dizer que sua visita muito nos honra e &eacute; uma oportunidade para os cat&oacute;licos refletirem sobre suas a&ccedil;&otilde;es em prol dos mais necessitados&rdquo;</em>, disse.&nbsp;<br />
&nbsp;<br />
Claudia Lelis lembrou ainda que a quest&atilde;o ambiental &eacute; motivo de preocupa&ccedil;&atilde;o para igreja cat&oacute;lica e que, o papa Francisco, preocupado com o aquecimento global, lan&ccedil;ou neste ano o Enc&iacute;clica Verde. <em>&ldquo;O cuidado com o meio ambiente &eacute; uma responsabilidade que deve ser assumida por todos, porque ambiente &eacute; vida, e &eacute; isso que defende o papa</em>&rdquo;, destacou a vice-governadora.&nbsp;<br />
&nbsp;<br />
O bispo diocesano de Porto Nacional, dom Romualdo Matias Kujawski, afirmou que a vinda do n&uacute;ncio apost&oacute;lico mostra a import&acirc;ncia do trabalho realizado pela diocese e traz uma mensagem de f&eacute; aos fi&eacute;is cat&oacute;licos tocantinenses.<br />
&nbsp;<br />
Ao desembarcar no aeroporto, dom Giovanni comentou que est&aacute; muito grato em poder compartilhar com os moradores de Porto Nacional a celebra&ccedil;&atilde;o de um momento t&atilde;o importante. <em>&ldquo;Quero dizer que estou muito feliz por estar participando dessas comemora&ccedil;&otilde;es. Nestes dias em que estarei aqui, tenho certeza de encontrarei muitas provas de f&eacute; dos moradores desta cidade</em>&rdquo;, declarou o n&uacute;ncio apost&oacute;lico, que disse ainda que divulgar&aacute;, durante a celebra&ccedil;&atilde;o da missa solene, uma mensagem enviada pelo papa Francisco aos tocantinenses.<br />
&nbsp;<br />
Com o tema&nbsp;<em>Transfigurados pela din&acirc;mica amorosa de Deus na sua vida</em>, a programa&ccedil;&atilde;o do centen&aacute;rio da Diocese iniciou no dia 9 de julho e finalizou na noite deste domingo, 11, com show do padre Alessandro Campos, ap&oacute;s o encerramento da missa solene celebrada por Dom Giovanni D&rsquo;Aniello.<br />
&nbsp;<br />
<strong><u>N&uacute;ncio apost&oacute;lico</u></strong><br />
<br />
<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/Porto%20nacional%20DOM%20GIOVANNI%20%20%20foto%20Manoel%20Lima%20(12).JPG" style="width: 300px; height: 191px; border-width: 0px; border-style: solid; margin-left: 5px; margin-right: 5px; float: right;" />O&nbsp;n&uacute;ncio apost&oacute;lico&nbsp;ou&nbsp;n&uacute;ncio papal&nbsp;&eacute; um representante diplom&aacute;tico permanente da&nbsp;Santa S&eacute;, que exerce o posto de&nbsp;embaixador e representa a Santa S&eacute; perante os estados, algumas organiza&ccedil;&otilde;es internacionais e a igreja local, tendo os mesmos privil&eacute;gios e&nbsp;imunidades&nbsp;de um embaixador.<br />
&nbsp;<br />
Dom Giovanni D&rsquo;Aniello nasceu It&aacute;lia e &eacute; doutor em direito can&ocirc;nico. Ingressou no Servi&ccedil;o Diplom&aacute;tico da Santa S&eacute; no dia 1&ordm; de junho de 1983 e atua desde o dia 10 de fevereiro de 2012 como n&uacute;ncio apost&oacute;lico no Brasil.<br />
&nbsp;<br />
<strong><u>Diocese de Porto Nacional</u></strong><br />
<br />
A Diocese de Porto Nacional foi criada em 20 de dezembro de 1915 pela Bula&nbsp;<em>Apostolatus Oficium</em>&nbsp;do Papa Bento XV, desmembrada da ent&atilde;o Diocese de Goi&aacute;s. Instalada em 11 de julho de 1921, tem a miss&atilde;o de reunir os cat&oacute;licos na f&eacute;, evangelizar e promover o desenvolvimento social da regi&atilde;o de Porto Nacional.&nbsp;<br />
&nbsp;<br />
Nestes 100 anos de exist&ecirc;ncia, a Diocese se estruturou criando 40 Par&oacute;quias nos seus 45 Munic&iacute;pios, onde trabalham 52 Padres. A diocese portuense foi desmembrada em tr&ecirc;s novas dioceses &ndash; Tocantin&oacute;polis, Miracema e Palmas &ndash;, al&eacute;m de uma prelazia em Cristal&acirc;ndia, permanecendo como diocese-m&atilde;e das demais do Estado do Tocantins.&nbsp;<em>(Com informa&ccedil;&otilde;es da Diocese de Porto Nacional)</em></span><br />

Comentários pelo Facebook: