Sobral – 300×100
Seet

Balé Popular do Tocantins se apresenta no maior festival de dança do mundo, em Joinville (SC)

admin -

<span style="font-size:14px;">Os alunos que fazem parte do Projeto Bal&eacute; Popular do Tocantins est&atilde;o com os ensaios intensificados, pois na pr&oacute;xima segunda-feira (20), embarcam rumo a Joinville, Santa Catarina, para participarem do 33&ordm; Festival de dan&ccedil;a da cidade.<br />
<br />
A mostra re&uacute;ne dan&ccedil;arinos de todo o Brasil e do exterior. O grupo tocantinense foi classificado num universo de 2.526 coreografias inscritas, e ficou entre as 453 que foram aprovadas.&nbsp;<br />
<br />
De acordo com informa&ccedil;&otilde;es da organiza&ccedil;&atilde;o do Festival, participaram da sele&ccedil;&atilde;o 614 grupos de todas as regi&otilde;es do Brasil, Argentina, Paraguai e R&uacute;ssia. Para a Mostra Competitiva foram aprovados 172 trabalhos, dos quais 32 foram aceitos para a Meia Ponta e 249 admitidos para os Palcos Abertos. E neste universo o grupo de Bal&eacute; Popular do Tocantins se apresentar&aacute; com 4 coreografias, sendo que &eacute; a primeira vez que os alunos s&atilde;o classificados para a Mostra Competitiva com a coreografia &ldquo;Os Espantalhos&rdquo;, g&ecirc;nero dan&ccedil;a popular.<br />
<br />
J&aacute; na mostra em Palco Aberto, o grupo tocantinense se apresentar&aacute; com espet&aacute;culo coreogr&aacute;fico &ldquo;Sou desejo, sou energia, sou vida&rdquo;, dentro do g&ecirc;nero dan&ccedil;a popular como jazz e zoock. Os trabalhos s&atilde;o coordenados pelo core&oacute;grafo Jefferson Marques que deste o in&iacute;cio de maio vem realizando os ensaios com o grupo, tendo como cen&aacute;rio as estruturas do Col&eacute;gio Militar de Palmas.<br />
<br />
Para o core&oacute;grafo Jefferson Marques, a classifica&ccedil;&atilde;o para o Festival por si s&oacute; representa uma vit&oacute;ria, pois vai possibilitar a troca de experi&ecirc;ncia com grupos de dan&ccedil;a de todo o pa&iacute;s e do exterior. &ldquo;Estamos bastante ansiosos e nos dedicando ao m&aacute;ximo para fazer bonito e representar bem o Tocantins&rdquo;, disse o core&oacute;grafo.&nbsp;<br />
<br />
O grupo de Bal&eacute; Popular do Tocantins &eacute; composto por cerca de 80 alunos da rede p&uacute;blica de ensino e agrega estudantes da faixa et&aacute;ria de 05 a 25 anos, sendo que 20 alunos deste total embarcam para Joinville nesta segunda-feira. O 33&ordm; Festival de Dan&ccedil;a de Joinville acontece de 22 de julho a 1&ordm; de agosto.<br />
<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/bale_divulgacao.jpg" style="width: 600px; height: 450px;" /><br />
<strong><u>Festival de Dan&ccedil;a</u></strong><br />
<br />
O Festival de Dan&ccedil;a de Joinville &eacute; um festival de dan&ccedil;a que ocorre todos os anos no m&ecirc;s de julho na cidade de Joinville, Santa Catarina. Foi criado em 1983 pelo professor de bal&eacute; Carlos Tafur e a artista pl&aacute;stica Albertina Tuma e atualmente &eacute; considerado, pelo Livro Guinness dos Recordes, como o maior evento no mundo em n&uacute;mero de participantes – cerca de 4.500 bailarinos. Cada edi&ccedil;&atilde;o do festival dura em torno de duas semanas, geralmente nas duas &uacute;ltimas semanas de julho. Junto com o festival, v&aacute;rios outros eventos acontecem, como a Mostra de Dan&ccedil;a Contempor&acirc;nea (n&atilde;o competitiva), o Festival Meia Ponta (para crian&ccedil;as), a Feira da Sapatilha, o Encontro das Ruas, Rua da Dan&ccedil;a, Palcos Abertos e Passarela da Dan&ccedil;a.</span>

Comentários pelo Facebook: