Sobral – 300×100
Seet

Edital do concurso para professor indígena deve sair já no início de 2016

admin -

<span style="font-size:14px;">A Secretaria de Estado da Educa&ccedil;&atilde;o (Seduc) est&aacute; em fase de planejamento do concurso para professor ind&iacute;gena. A previs&atilde;o da organiza&ccedil;&atilde;o &eacute; que o edital do certame seja lan&ccedil;ado ainda no in&iacute;cio de 2016. Nesta fase, a Seduc est&aacute; realizando um levantamento de demandas para a realiza&ccedil;&atilde;o do certame.<br />
<br />
De acordo com o diretor de Diversidade e Programas Educacionais da Seduc, Felipe Carvalho, o concurso voltado para professores ind&iacute;genas vai de encontro &agrave;s pol&iacute;ticas educacionais tra&ccedil;adas pelo Governo do Estado para o desenvolvimento do Tocantins.&nbsp; &ldquo;<em>Dentro do nosso objetivo de trabalhar uma educa&ccedil;&atilde;o integral e humanizada, esse concurso ser&aacute; uma forma tamb&eacute;m de valorizar os professores ind&iacute;genas</em>&rdquo;, disse.<br />
<br />
Para exercer o cargo, &eacute; necess&aacute;ria forma&ccedil;&atilde;o em Magist&eacute;rio Ind&iacute;gena. O curso de Magist&eacute;rio Ind&iacute;gena foi retomado no dia 9 deste m&ecirc;s, para um total de 81 professores que est&atilde;o sendo capacitados para ministrarem aulas nas aldeias ind&iacute;genas tocantinenses. Na 24&ordf; etapa, os cursos tiveram carga hor&aacute;ria de 40h e 60h. Para completar a forma&ccedil;&atilde;o, era necess&aacute;rio, pelo menos, 75% de frequ&ecirc;ncia nas disciplinas ministradas.<br />
<br />
Sobre a qualifica&ccedil;&atilde;o para o certame, Felipe Carvalho enfatizou a import&acirc;ncia da forma&ccedil;&atilde;o em Magist&eacute;rio Ind&iacute;gena, para participar do concurso para professor. <em>&ldquo;Estamos celebrando a forma&ccedil;&atilde;o de 24 professores ind&iacute;genas, na pr&oacute;xima sexta-feira. Agora esses profissionais estar&atilde;o aptos para atuarem e levar uma educa&ccedil;&atilde;o de qualidade para as aldeias do Tocantins. Essa etapa &eacute; importante tendo em vista que &eacute; um pr&eacute;-requisito para prestar o concurso planejado pela Seduc&rdquo;</em>, afirmou.<br />
<br />
<strong><u>Formandos</u></strong><br />
<br />
Ao todo, 24 professores conclu&iacute;ram o curso de Magist&eacute;rio Ind&iacute;gena e ser&atilde;o certificados durante solenidade realizada nesta quinta-feira, 23, na Diretoria Regional de Educa&ccedil;&atilde;o (DRE) de Miracema. Participaram do curso professores das etnias Krah&ocirc;, Apinaj&eacute;, Xerente, Java&eacute;, Karaj&aacute;, Krah&ocirc;-Kanela e Karaj&aacute;-Xambio&aacute;. Nesta &uacute;ltima etapa da forma&ccedil;&atilde;o, os educadores estudaram disciplinas de l&iacute;nguas ind&iacute;genas, metodologia e pr&aacute;tica de ensino, literatura infanto-juvenil, fundamentos antropol&oacute;gicos e est&aacute;gios supervisionados.</span>

Comentários pelo Facebook: