Sobral – 300×100
Seet

Novos ônibus do transporte público de Araguaína prometidos para março e depois julho, ainda não têm data para circular

admin -

<span style="font-size:14px;"><u>Arnaldo Filho</u><br />
<em>Portal AF Not&iacute;cias</em><br />
<br />
O sonho antigo da popula&ccedil;&atilde;o de Aragua&iacute;na (TO) de circular em &ocirc;nibus confort&aacute;veis e com ar-condicionados no transporte coletivo da cidade ainda n&atilde;o tem data para se tornar realidade. Embora o prefeito Ronaldo Dimas tenha prometido que no dia 1&ordm; de mar&ccedil;o a nova frota j&aacute; estaria nas ruas, quatro meses depois, a Cooperativa continua alegando problemas &quot;burocr&aacute;ticos&quot;.<br />
<br />
Com isso, pelo menos por enquanto, os usu&aacute;rios devem se contentar com os &ocirc;nibus velhos, que foram retirados das ruas de S&atilde;o Paulo, quase semelhantes aos ve&iacute;culos da Via&ccedil;&atilde;o Lontra, que deteve a concess&atilde;o do transporte p&uacute;blico por mais de 30 anos. A parte boa disso tudo &eacute; que a tarifa custa apenas R$ 1.<br />
<br />
At&eacute; que a situa&ccedil;&atilde;o se resolva, o transporte di&aacute;rio dos aproximadamente 11 mil usu&aacute;rios continuar&aacute; sendo efetuado pela frota alugada pela Prefeitura Municipal de Aragua&iacute;na, composta por 22 &ocirc;nibus, sendo que 19 est&atilde;o em circula&ccedil;&atilde;o e tr&ecirc;s est&atilde;o em manuten&ccedil;&atilde;o.<br />
<br />
Conforme o Di&aacute;rio Oficial N&ordm; 864, o valor global do contrato de aluguel &eacute; de R$ 825 mil. O custo de cada &ocirc;nibus sai por R$ 5.500.<br />
<br />
<strong><u>Promessas e mais promessas, n&atilde;o cumpridas</u></strong><br />
<br />
A nova frota deveria estar circulando em Aragua&iacute;na desde mar&ccedil;o de 2015. Em 19 de janeiro o prefeito Dimas chegou anunciar o prometido [em campanha eleitoral] fim do monop&oacute;lio da Lontra, que durou cerca de 40 anos. A empresa encerrou as atividades em 8 de maio. A Cooperativa, posteriormente, remarcou para o fim de julho, mas n&atilde;o conseguiu cumprir o prazo novamente.<br />
<br />
<strong><u>Cooperativa tenta, mais uma vez, explicar atraso</u></strong><br />
<br />
Nesta sexta-feira (31), a Cooperativa dos Transportadores Aut&ocirc;nomos de Passageiros do Munic&iacute;pio de Aragua&iacute;na (Cooperlota) tentou novamente explicar o descumprimento do cronograma.<br />
<br />
Segundo a Coorperlota, toda a frota, composta por 50 &ocirc;nibus climatizados e adaptados para o atendimento a portadores de necessidades especiais (PNE), j&aacute; se encontra devidamente equipada com o sistema de bilhetagem eletr&ocirc;nica e aguardando apenas o emplacamento para entrar em circula&ccedil;&atilde;o na cidade.<br />
<br />
Ainda segundo a cooperativa, o atraso nos emplacamentos se deve a um entrave burocr&aacute;tico relacionado ao banco respons&aacute;vel pelo financiamento dos ve&iacute;culos.<br />
<br />
Depois da libera&ccedil;&atilde;o, a frota de ve&iacute;culos ainda passar&aacute; por uma vistoria da Ag&ecirc;ncia Municipal de Tr&acirc;nsito e Transporte (AMTT), procedimento que deve se repetir a cada 90 dias, em oficinas autorizadas, com o intuito de verificar a efic&aacute;cia dos itens de seguran&ccedil;a e demais equipamentos, garantindo a seguran&ccedil;a e comodidade do usu&aacute;rio.</span>

Comentários pelo Facebook: