Sobral – 300×100
Seet

Secretária da Presidência recebe doação de terreno para Casa da Mulher Brasileira no Tocantins

admin -

<span style="font-size:14px;">A ministra da Secretaria de Pol&iacute;ticas para as Mulheres da Presid&ecirc;ncia da Rep&uacute;blica (SPM/PR), Eleonora Menicucci, foi recebida, na manh&atilde; desta segunda-feira, 3, no aeroporto de Palmas, pela vice-governadora Claudia Lelis, a primeira-dama e deputada federal Dulce Miranda, a secret&aacute;ria de Estado de Defesa e Prote&ccedil;&atilde;o Social, Gleidy Braga, e o senador Donizetti Nogueira.<br />
<br />
Ap&oacute;s a recep&ccedil;&atilde;o no aeroporto, a ministra recebeu oficialmente a doa&ccedil;&atilde;o de um terreno pela prefeitura de Palmas, para a constru&ccedil;&atilde;o da Casa da Mulher Brasileira, na Capital. Destacando o ato como &ldquo;o in&iacute;cio da liberta&ccedil;&atilde;o do ciclo de viol&ecirc;ncia contra as mulheres&rdquo;, ela anunciou que a Uni&atilde;o ser&aacute; respons&aacute;vel pela disponibiliza&ccedil;&atilde;o dos recursos, constru&ccedil;&atilde;o e manuten&ccedil;&atilde;o por dois anos do &oacute;rg&atilde;o. O lote possui 6.825 m&sup2; e est&aacute; localizado na Avenida NS-02, lote 02. Durante o evento, a ministra confirmou sua participa&ccedil;&atilde;o na abertura dos Jogos Mundiais Ind&iacute;genas, em outubro deste ano.<br />
<br />
<strong><u>Mulher, Viver sem Viol&ecirc;ncia</u></strong><br />
<br />
Na tarde de hoje, Eleonora Menicucci assina a ades&atilde;o do Tocantins ao programa Mulher, Viver sem Viol&ecirc;ncia, que foi lan&ccedil;ado pelo governo federal em 2013, com o objetivo de ampliar o atendimento &agrave;s mulheres em situa&ccedil;&atilde;o de viol&ecirc;ncia. Por meio deste programa, s&atilde;o ofertados atendimentos especializados em diversas &aacute;reas, a partir de seis eixos de atua&ccedil;&atilde;o.<br />
<br />
Para a secret&aacute;ria de Defesa e Prote&ccedil;&atilde;o Social, Gleidy Braga, as parcerias que se formaram em defesa da mulher e a concretiza&ccedil;&atilde;o da Casa da Mulher Brasileira, tornam o Tocantins uma refer&ecirc;ncia nacional. <em>&ldquo;S&atilde;o novos dias e um novo cen&aacute;rio com perspectivas positivas para o futuro das mulheres&rdquo;, afirmou. J&aacute; a deputada federal e primeira-dama do Tocantins, Dulce Miranda, que esteve presente &agrave; inaugura&ccedil;&atilde;o da Casa da Mulher Brasileira, em Bras&iacute;lia, elogiou a presidente Dilma por sua preocupa&ccedil;&atilde;o com os direitos da mulher brasileira. &ldquo;S&atilde;o decis&otilde;es como esta que agregam na defesa da qualidade de vida e defesa das mulheres&rdquo;</em>, disse. A previs&atilde;o para inaugura&ccedil;&atilde;o da casa no Tocantins &eacute; para 2016, sendo que o Estado &eacute; um dos 12 estados brasileiros contemplados em 2015.<br />
<br />
Tamb&eacute;m participaram do evento o prefeito de Palmas, Carlos Amastha e sua esposa, Gl&ocirc; Amastha. Tamb&eacute;m fizeram parte da comitiva, a secret&aacute;ria substituta de Patrim&ocirc;nio da Uni&atilde;o, Cristiana Oliveira e a secret&aacute;ria nacional de Enfrentamento &agrave; Viol&ecirc;ncia, Aparecida Gon&ccedil;alves.</span>

Comentários pelo Facebook: