Sobral – 300×100
Seet

Câmara derruba vetos de Ronaldo Dimas e Procuradoria é batizada como o "anti-cristo" da gestão

admin -

<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<br />
A C&acirc;mara de Aragua&iacute;na (TO) demostrou independ&ecirc;ncia em rela&ccedil;&atilde;o ao Poder Executivo no retorno das sess&otilde;es neste segundo semestre. Os vetos do prefeito Ronaldo Dimas (PR) a tr&ecirc;s Projetos de Lei foram derrubados por unanimidade.<br />
<br />
Oposi&ccedil;&atilde;o, base aliada e at&eacute; o l&iacute;der do prefeito, vereador Luzimar Coelho (PRTB), votaram contr&aacute;rios aos vetos.<br />
<br />
Dimas vetou os projetos que incluem no Calend&aacute;rio Oficial de Eventos Culturais de Aragua&iacute;na a Noite Crist&atilde; e o Arrarai, ambos de autoria do vereador Tercialino Gomes. Tamb&eacute;m foi vetado o projeto que disp&otilde;e sobre o fechamento da Rua 7 de Setembro nos dias de Feira Livre, de autoria do parlamentar Divino Beth&acirc;nia.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">No geral, o parecer da Procuradoria do Munic&iacute;pio alegou que n&atilde;o havia previs&atilde;o or&ccedil;ament&aacute;ria para custear as despesas decorrentes da execu&ccedil;&atilde;o dos projetos. No entanto, Terciliano Gomes mostrou que o Or&ccedil;amento Anual tem a previs&atilde;o de quase R$ 1 milh&atilde;o para &quot;eventos tradicionais e datas comemorativas&quot;.<br />
<br />
&ldquo;<em>Existe a previs&atilde;o dos recursos no Or&ccedil;amento, ent&atilde;o, basta direcionar. Foi uma falha da Procuradoria, que fez um relat&oacute;rio equivocado. Os eventos s&atilde;o tradicionais e contribuem com o resgate de muitos jovens&rdquo;</em>, argumentou Terciliano.<br />
<br />
<u><strong>Duras cr&iacute;ticas ao prefeito e &agrave; Procuradoria</strong></u></span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">O prefeito Ronaldo Dimas e a Procuradoria do Munic&iacute;pio – que emite os pareceres sobre os vetos – foram alvos de duras cr&iacute;ticas por parte dos vereadores.&nbsp;<br />
<br />
– <em>&ldquo;Esse prefeito tem sido o pior gestor para o p&uacute;blico religioso desse munic&iacute;pio. N&atilde;o basta ter fechado uma igreja no in&iacute;cio da gest&atilde;o, e agora vem com essa hist&oacute;ria de veto numa coisa t&atilde;o importante para a sociedade religiosa, principalmente para a valoriza&ccedil;&atilde;o da fam&iacute;lia&rdquo;</em>, disparou Neto Paje&uacute;.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">J&aacute; o vereador Divino Beth&acirc;nia comparou a Procuradoria ao &quot;anti-cristo&quot; o que, segundo ele, reflete a &quot;antipatia e avers&atilde;o&quot; aos parlamentares.&nbsp;<br />
<br />
&#8210; <em>&quot;E mais uma vez o equ&iacute;voco reflete por parte da Procuradoria Municipal. Reflete t&atilde;o somente a forma de antipatia e avers&atilde;o aos parlamentares. Eu percebo que a gest&atilde;o Dimas, alguns acreditam ou pensam que os vereadores s&atilde;o apenas obst&aacute;culos. Se n&atilde;o quer ajudar o feirante, se n&atilde;o quer ajudar o Arrarai, se n&atilde;o quer valorizar os crist&atilde;os, assuma sua postura de anti-cristo ou de soberba para com os pequenos&quot;</em>, disparou Beth&acirc;nia Junior.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;"><u><strong>Mais vetos</strong></u><br />
<br />
Na sess&atilde;o desta ter&ccedil;a-feira (4) entra em vota&ccedil;&atilde;o mais dois vetos do executivo a projetos de autoria do presidente Marcus Marcelo. Um dos projetos disp&otilde;e sobre a esteriliza&ccedil;&atilde;o gratuita de caninos e felinos e institui sua pratica como m&eacute;todo oficial de controle populacional e de zoonoses. O outro disp&otilde;e sobre o incentivo &agrave; ado&ccedil;&atilde;o dos animais abrigados pelas ONGS.</span>

Comentários pelo Facebook: