Seet
Sobral – 300×100

Acadêmicos de Direito visitam Defensoria Pública em Araguaína

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;">Um grupo de cerca de 40 acad&ecirc;micos do curso de Direito da Faculdade Cat&oacute;lica Dom Orione – FACDO visitaram as instala&ccedil;&otilde;es da Defensoria P&uacute;blica em Aragua&iacute;na, nesta sexta-feira, 15. O defensor p&uacute;blico e diretor do N&uacute;cleo Regional da Defensoria P&uacute;blica, Fabr&iacute;cio Silva Brito, recepcionou os estudantes e apresentou os servi&ccedil;os oferecidos &agrave; popula&ccedil;&atilde;o.<br />
<br />
Brito destacou a import&acirc;ncia das universidades inclu&iacute;rem nas disciplinas o estudo da fun&ccedil;&atilde;o da Defensoria P&uacute;blica. &ldquo;As portas est&atilde;o abertas para os estudantes conhecerem, na pr&aacute;tica, o trabalho de um Defensor P&uacute;blico, inclusive, por meio de est&aacute;gio, quando houver vagas. Quando cursei Direito no estado de Goi&aacute;s, desconhecia o trabalho da Institui&ccedil;&atilde;o. Hoje, vejo o quanto &eacute; importante ter este contato durante a faculdade&rdquo;, revelou.<br />
<br />
Conforme o professor Hildeglan Carneiro de Brito, a visita &agrave; estrutura atende o interesse dos pr&oacute;prios alunos. &ldquo;Alguns at&eacute; desejam seguir a carreira, visto a recente estrutura&ccedil;&atilde;o e o excelente desempenho da Defensoria P&uacute;blica na fun&ccedil;&atilde;o jurisdicional do Estado, atendendo a pessoa carente&rdquo;, afirmou.<br />
<br />
A acad&ecirc;mica do 6&ordm; per&iacute;odo, Lucicl&eacute;ia da Silva Veras, ressaltou que &ldquo;na &aacute;rea do Direito algumas pessoas pensam que s&oacute; quem tem dinheiro pode ser atendido; &eacute; gratificante conhecer melhor os servi&ccedil;os da Defensoria P&uacute;blica, que s&atilde;o de gra&ccedil;a. Tamb&eacute;m achei interessante a atua&ccedil;&atilde;o espec&iacute;fica em algumas &aacute;reas como viol&ecirc;ncia dom&eacute;stica. A gente est&aacute; entendendo melhor a parte burocr&aacute;tica&rdquo;, finalizou.<br />
<br />
Durante a visita aos gabinetes dos Defensores P&uacute;blicos, os estudantes receberam informa&ccedil;&otilde;es do defensor p&uacute;blico Hildebrando Carneiro de Brito, que alertou sobre a informatiza&ccedil;&atilde;o da justi&ccedil;a. &ldquo;Os futuros profissionais v&atilde;o se deparar com uma realidade em que os processos s&atilde;o totalmente digitalizados, e quem n&atilde;o tem afinidade com a tecnologia, precisa se adaptar&rdquo;, disse o Defensor. <em>(Keliane Vale – Defensoria P&uacute;blica)</em></span></div>

Comentários pelo Facebook: