Seet
Sobral – 300×100

Aluna esfaqueia outra dentro do banheiro de uma escola em Araguaína

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;"><u><strong>Da Reda&ccedil;&atilde;o</strong></u><br />
<br />
Por volta das 10 horas da manh&atilde; desta segunda-feira (18), a equipe da Patrulha Escolar da Pol&iacute;cia Militar foi acionada para atender uma ocorr&ecirc;ncia de les&atilde;o corporal na Escola Estadual Alfredo Nasser, em Aragua&iacute;na.<br />
<br />
Segundo o Sargento PM, Daniel Lopes, a menor D.V.M&nbsp; de 14 anos tentou desferir golpes com uma faca de cozinha&nbsp; em uma outra adolescente, de 11 anos, dentro do banheiro da escola. A agressora disse que estava irritada com o modo como a outra ficava lhe encarando. Segundo a PM, a infratora contou que sua inten&ccedil;&atilde;o era atingir a garganta e matar, mas foi impedida pela irm&atilde; da v&iacute;tima, K.V.G, 12 anos, que acabou recebendo dois cortes na altura do ombro esquerdo.<br />
<br />
Conforme a Seduc, funcion&aacute;rios da escola conseguiram tomar a faca da jovem e socorrer a aluna ferida, que foi conduzida imediatamente &agrave; Unidade de Pronto Atendimento do Setor Aragua&iacute;na Sul. A fam&iacute;lia dela foi acionada e o atendimento m&eacute;dico foi acompanhado pela diretora da escola. Segundo informa&ccedil;&otilde;es da equipe m&eacute;dica, o ferimento foi superficial e a jovem n&atilde;o corre risco, mas levou dois pontos em cada corte.<br />
<br />
Conforme explicou familiares, a menor D.V.M, 14 anos, perdeu o pai quando tinha seis anos e isso o fez crescer revoltada, al&eacute;m de ser usu&aacute;ria de drogas. A adolescente ainda costuma fugir de casa e passar v&aacute;rios dias fora.<br />
<br />
Conforme nota oficial da Seduc, a aluna agressora, que j&aacute; vinha sendo acompanhada pelo Conselho Tutelar, foi conduzida por dois policiais da patrulha escolar, &agrave; delegacia. Os pais dela tamb&eacute;m foram avisados e est&atilde;o acompanhando o caso na pol&iacute;cia.<br />
<br />
Ainda conforme a nota, o diretor regional de ensino, Jorge Luiz Medeiros da Cunha, afirmou que a jovem agressora ficar&aacute; suspensa, preventivamente, por 3 dias at&eacute; que o Minist&eacute;rio P&uacute;blico, por meio da Promotoria da Inf&acirc;ncia e Juventude, se pronuncie sobre o caso, orientando que procedimento deve ser adotado.<br />
<br />
<u><strong>Nota oficial</strong></u><br />
<br />
<em>Sobre o incidente ocorrido na manh&atilde; desta segunda-feira, 18, na Escola Estadual Alfredo Nasser, a Diretoria Regional de Ensino de Aragua&iacute;na esclarece que, durante o intervalo das aulas, no banheiro da escola, uma jovem teria desferido um golpe contra outra aluna, utilizando-se de uma faca de cozinha que trouxera de casa.<br />
<br />
Funcion&aacute;rios da escola conseguiram tomar a faca da jovem e socorrer a aluna ferida, que foi conduzida imediatamente &agrave; Unidade de Pronto Atendimento do Setor Aragua&iacute;na Sul. A fam&iacute;lia dela foi acionada e o atendimento m&eacute;dico est&aacute; sendo acompanhado pela diretora da escola. Segundo informa&ccedil;&otilde;es da equipe m&eacute;dica, o ferimento foi superficial e a jovem n&atilde;o corre risco.<br />
<br />
A aluna agressora, que j&aacute; vinha sendo acompanhada pelo Conselho Tutelar, foi conduzida por dois policiais, que fazem a patrulha escolar, &agrave; delegacia. Os pais dela tamb&eacute;m foram avisados e est&atilde;o acompanhando o caso na pol&iacute;cia.<br />
<br />
De acordo com o diretor regional de ensino, Jorge Luiz Medeiros da Cunha, a jovem agressora ficar&aacute; suspensa, preventivamente, por 3 dias at&eacute; que o Minist&eacute;rio P&uacute;blico, por meio da Promotoria da Inf&acirc;ncia e Juventude, se pronuncie sobre o caso, orientando que procedimento deve ser adotado.</em></span></div>

Comentários pelo Facebook: