Seet
Sobral – 300×100

Assessor é demitido após fazer postagem ironizando Amastha

admin -

<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<em>Portal AF Not&iacute;cias</em><br />
<br />
Um assessor parlamentar do deputado estadual Eduardo Siqueira Campos (PTB) foi demitido ap&oacute;s fazer uma postagem em numa rede social de forma desrespeitosa ao prefeito de Palmas, Carlos Amastha, na &uacute;ltima quinta-feira (6).<br />
<br />
Segundo o chefe de Gabinete, Jaime Caf&eacute;, o funcion&aacute;rio Fernando Bahiano exp&ocirc;s a imagem do &ldquo;prefeito e cidad&atilde;o&rdquo; de forma &ldquo;desrespeitosa, injustific&aacute;vel e inaceit&aacute;vel&rdquo;. O assessor postou uma imagem do prefeito trajado de &iacute;ndio e fez uma ironia quanto &agrave; sexualidade.<br />
<br />
<em>&ldquo;Entendo que mesmo em suas publica&ccedil;&otilde;es pessoais, estamos todos n&oacute;s, membros da equipe do deputado Eduardo Siqueira Campos, comprometidos com uma conduta que n&atilde;o desrespeite qualquer cidad&atilde;o, muito menos a aquele que a popula&ccedil;&atilde;o escolheu como seu representante legal&rdquo;</em>, afirmou Jaime Caf&eacute;.<br />
<br />
O chefe de gabinete tamb&eacute;m fez um pedido formal de desculpas ao Prefeito, sua fam&iacute;lia e comunidade. Segundo Caf&eacute;, o deputado condena veementemente tal atitude. <em>&ldquo;A publica&ccedil;&atilde;o n&atilde;o condiz com a orienta&ccedil;&atilde;o repassada por mim e nem pelo deputado. Por ordem de Eduardo Siqueira, o referido colaborador j&aacute; foi definitivamente afastado da equipe, sendo que o mesmo foi avisado dos motivos de seu desligamento em virtude da conduta reprov&aacute;vel. O deputado prima pelo respeito, pela conviv&ecirc;ncia harm&ocirc;nica e pela responsabilidade no trato com a imagem de autoridades e tamb&eacute;m de todos os cidad&atilde;os</em>&rdquo;, finalizou Jaime Caf&eacute;.<br />
<br />
Ao <em>AF Not&iacute;cias</em>, o deputado afirmou que &quot;odeia falta de respeito&quot;. <em>&quot;Quer debater?&nbsp;Debata, critique, pergunte sem receios, mas mas n&atilde;o precisa atingir a honra, desrespeitar</em>&quot;, afirmou Eduardo Siqueira.</span>

Comentários pelo Facebook: