Seet
Sobral – 300×100

Estado é condenado a disponibilizar exame de tomografia a jovem de Ponte Alta do Tocantins

admin -

<span style="font-size:14px;">O Estado do Tocantins foi condenado a providenciar, gratuitamente, no per&iacute;odo m&aacute;ximo de cinco dias, o exame de Tomografia&nbsp; por Emiss&atilde;o de P&oacute;sitrons (PET &ndash; SCAN) do jovem Warlisson Vit&oacute;rio Bandeira, morador de Ponte Alta do Tocantins, sob pena de aplica&ccedil;&atilde;o multa de R$ 1 mil por dia. A&nbsp; decis&atilde;o liminar do Juiz de direito Jordan Jardim acata uma A&ccedil;&atilde;o Civil P&uacute;blica (ACP) proposta pela Promotoria de Justi&ccedil;a de Ponte Alta no &uacute;ltimo dia 10 de agosto.<br />
<br />
O exame possibilita &agrave; m&eacute;dica que acompanha Warlisson decidir que tipo de procedimento deve ser utilizado para o tratamento do jovem, que sofre de um tipo de c&acirc;ncer denominado Linfoma de Hodgkin. Segundo a m&eacute;dica,&nbsp; o procedimento n&atilde;o foi poss&iacute;vel at&eacute; agora, uma vez que o Estado n&atilde;o disponibilizou a realiza&ccedil;&atilde;o do exame, sob alega&ccedil;&atilde;o de que aguarda a conclus&atilde;o de processo licitat&oacute;rio para contratar empresa especializada na presta&ccedil;&atilde;o do servi&ccedil;o.<br />
<br />
Para o Promotor de Justi&ccedil;a Milton Quintana, autor da A&ccedil;&atilde;o, justificativas como esta n&atilde;o podem prejudicar o tratamento do Jovem, visto que a doen&ccedil;a em quest&atilde;o n&atilde;o espera e a demora no tratamento pode tornar sem efeito os procedimentos de quimioterapia e radioterapia j&aacute; realizados com recursos p&uacute;blicos, trazendo preju&iacute;zos &agrave; sa&uacute;de do paciente. Diante deste quadro, o Promotor acredita que o Estado, diante da impossibilidade de ofertar o exame, deve providenciar gratuitamente o seu tratamento fora do domic&iacute;lio, de modo a promover as condi&ccedil;&otilde;es para garantir a sa&uacute;de do paciente.</span>

Comentários pelo Facebook: