Seet
Sobral – 300×100

Aluno do Senai é o 6º melhor do mundo na olimpíada de profissões

admin -

<span style="font-size:14px;">Ap&oacute;s participa&ccedil;&atilde;o na olimp&iacute;ada internacional de profiss&otilde;es da educa&ccedil;&atilde;o profissional,&nbsp;WorldSkills, o aluno do Servi&ccedil;o Nacional de Aprendizagem Industrial&nbsp;(Senai),&nbsp;Alisson Aguiar, volta para o Tocantins esta semana como o<strong>&nbsp;</strong>6&ordm; melhor profissional de Pintura Decorativa&nbsp;do mundo&nbsp;e um&nbsp;certificado de excel&ecirc;ncia, concedido aos competidores que atingem a partir de 500 pontos na avalia&ccedil;&atilde;o das provas. Representando o Brasil, ele disputou e realizou atividades relacionadas &agrave; ocupa&ccedil;&atilde;o com representantes de outros 18 pa&iacute;ses. No total, 62 pa&iacute;ses participaram da WorldSkills 2015 desde o &uacute;ltimo dia 11 de agosto em S&atilde;o Paulo/SP.<br />
&nbsp;<br />
Os competidores da delega&ccedil;&atilde;o brasileira,&nbsp;<a href="http://www.portaldaindustria.com.br/cni/imprensa/2015/08/1,69279/brasil-conquista-primeiro-lugar-em-ranking-total-de-pontos-e-ganha-maior-numero-de-medalhas-em-olimpiada-mundial-de-profissoes.html" target="_blank" title="http://www.portaldaindustria.com.br/cni/imprensa/2015/08/1,69279/brasil-conquista-primeiro-lugar-em-ranking-total-de-pontos-e-ganha-maior-numero-de-medalhas-em-olimpiada-mundial-de-profissoes.html
Ctrl+Clique ou toque para seguir o link">pa&iacute;s que mais obteve pontos na competi&ccedil;&atilde;o</a>, treinados pelo&nbsp;<a href="http://www.portaldaindustria.com.br/senai" target="_blank">Servi&ccedil;o Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI)</a>&nbsp;e pela&nbsp;<a href="http://www.portaldaindustria.com.br/cni" target="_blank">Confedera&ccedil;&atilde;o Nacional da Ind&uacute;stria (CNI)</a>, conseguiram 27 medalhas:&nbsp; 11 de ouro, 10 de prata e 6 de bronze, al&eacute;m de 18 certificados de excel&ecirc;ncia. Um destes certificados foi o do tocantinense que conseguiu 518 pontos na avalia&ccedil;&atilde;o de seu trabalho desenvolvido em 4 dias como prev&ecirc; a competi&ccedil;&atilde;o. &nbsp;<em>&ldquo;A emo&ccedil;&atilde;o &eacute; grande de representar o Brasil numa modalidade que &eacute; nova na competi&ccedil;&atilde;o e isso ser no meu pa&iacute;s. Eu dei o meu melhor, sei da minha capacidade e independente do resultado eu estou muito feliz e satisfeito com o meu desempenho&rdquo;,</em> avaliou Alisson sobre a competi&ccedil;&atilde;o.<br />
&nbsp;<br />
A prova realizada na ocupa&ccedil;&atilde;o Pintura Decorativa se dividiu em 5 m&oacute;dulos envolvendo a aplica&ccedil;&atilde;o de papel de parede, a pintura de uma porta, a reprodu&ccedil;&atilde;o de uma pintura em um painel (design) e outra em um mural com t&eacute;cnicas pr&eacute;-determinadas e o estilo livre. No estilo livre, &uacute;nica prova em que os competidores devem realizar trabalhos diferentes entre si do proposto na competi&ccedil;&atilde;o, Alisson fez um mosaico de m&aacute;rmore, composto de pedras polidas e pedras naturais, como explicou seu t&eacute;cnico, o instrutor do SENAI Tocantins, Gilvan Souza. Ao t&eacute;rmino do tempo determinado para a prova s&atilde;o feitas avalia&ccedil;&otilde;es por t&eacute;cnicos de v&aacute;rios pa&iacute;ses observando normas internacionais de qualidade.<br />
<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/geral%20provas%20pintura%20decorativa.jpg" style="width: 600px; height: 450px;" />&nbsp;<br />
A diretora do SENAI Tocantins, M&aacute;rcia Rodrigues, visitou o evento e destacou que al&eacute;m do excelente resultado alcan&ccedil;ado pelo representante do Tocantins e do Brasil, o maior ganho da WorldSkills &eacute; dar o enfoque &agrave; import&acirc;ncia do investimento na educa&ccedil;&atilde;o profissional. <em>&ldquo;N&atilde;o haver&aacute; desenvolvimento da ind&uacute;stria e econ&ocirc;mico se n&oacute;s n&atilde;o tivermos pessoas qualificadas e capacitadas para produzir com cada vez mais inova&ccedil;&atilde;o e efic&aacute;cia. Esse &eacute; o investimento que o SENAI est&aacute; fazendo e o maior retorno que n&oacute;s queremos com isso &eacute; o desenvolvimento&rdquo;</em>, avaliou.<br />
&nbsp;<br />
A WorldSkills reuniu 1.200 jovens em 50 ocupa&ccedil;&otilde;es da ind&uacute;stria e do setor de servi&ccedil;os, como pintura decorativa, mecatr&ocirc;nica, carpintaria, rob&oacute;tica, manuten&ccedil;&atilde;o de aeronaves, marcenaria, design gr&aacute;fico, joalheria, panifica&ccedil;&atilde;o e outras. Em sua 43&ordf; edi&ccedil;&atilde;o &eacute; a primeira vez que a WorldSkills, fase internacional que re&uacute;ne os melhores resultados da fase nacional (Olimp&iacute;ada do Conhecimento), foi sediada em um pa&iacute;s da Am&eacute;rica Latina. O evento &eacute; realizado pelo&nbsp;<a href="http://www.senai.br/" target="_blank">Servi&ccedil;o Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI)&nbsp;</a>e pela&nbsp;<a href="http://www.cni.org.br/" target="_blank">Confedera&ccedil;&atilde;o Nacional da Ind&uacute;stria</a>.</span><br />

Comentários pelo Facebook: