Seet
Sobral – 300×100

Marcelo Miranda reafirma apoio à Dilma e manda recado: "É preciso respeitar resultado das urnas"

admin -

<span style="font-size:14px;">Um dia ap&oacute;s as manifesta&ccedil;&otilde;es pedindo o impeachment da presidente Dilma Rousseff, o governador do Tocantins Marcelo Miranda (PMDB) reafirmou seu apoio &agrave; presidenta e mandou recado pelo ministro dos Direitos Humanos Pepe Vargas, que esteve em Palmas para a assinatura do Termo de Ades&atilde;o &agrave; Agenda de Converg&ecirc;ncia para Prote&ccedil;&atilde;o dos Direitos Humanos nos Jogos Mundiais dos Povos Ind&iacute;genas (JMI).<br />
<br />
O governador afirmou que &quot;&eacute; preciso respeitar a democracia&quot;. <em>&quot;&Eacute; preciso respeitar o resultado das urnas. Diga &agrave; presidente Dilma, que eu fui para as ruas levantar a bandeira dela, assim como fui pelo presidente Lula e fui um dos primeiros&quot;</em>, acrescentou o gestor, se dirigindo ao ministro Pepe Vargas: <em>&quot;diga a ela que o Marcelo Miranda est&aacute; aqui de peito aberto, que estamos juntos&rdquo;</em>. O governador disse ainda, que os 27 governadores &quot;est&atilde;o unidos, pelo bem do Brasil&quot;.&nbsp;<br />
<br />
<strong><u>Agenda de Converg&ecirc;ncia</u></strong><br />
<br />
O ministro-chefe da Secretaria de Direitos Humanos da Presid&ecirc;ncia da Rep&uacute;blica (DH/PR), Pepe Vargas, o prefeito de Palmas, Carlos Amastha, e o governador Marcelo Miranda, assinaram na tarde desta segunda-feira, 17, o termo de Ades&atilde;o &agrave; Agenda de Converg&ecirc;ncia para Prote&ccedil;&atilde;o dos Direitos humanos nos I Jogos Mundiais dos Povos Ind&iacute;genas.<br />
<br />
A solenidade contou ainda com a presen&ccedil;a do secret&aacute;rio Nacional de Promo&ccedil;&atilde;o dos Direitos da Crian&ccedil;a e do Adolescente, Rodrigo Torres, do Presidente do Comit&ecirc; Intertribal Mem&oacute;ria e Ci&ecirc;ncia Ind&iacute;gena, Marcos Terena, de deputados estaduais, do senador Donizeti Nogueira (PT-TO) e outras autoridades dos governos federal, estadual e municipal.<br />
<br />
A assinatura do termo tem por objetivo a prote&ccedil;&atilde;o dos direitos humanos durante a realiza&ccedil;&atilde;o dos Jogos Mundiais Ind&iacute;genas, que acontecer&atilde;o de 23 de outubro a 1&ordm; de novembro, em Palmas.<br />
<br />
<u><strong>Prote&ccedil;&atilde;o e aten&ccedil;&atilde;o</strong></u><br />
<br />
Gleidy Braga, secret&aacute;ria de Estado de Defesa e Prote&ccedil;&atilde;o Social, afirmou que os organismos p&uacute;blicos estar&atilde;o vigilantes na prote&ccedil;&atilde;o das crian&ccedil;as, dos ind&iacute;genas e de toda a comunidade vulner&aacute;vel &agrave; viola&ccedil;&atilde;o dos seus direitos, durante a realiza&ccedil;&atilde;o dos jogos, e conclamou a sociedade a estar atenta e denunciar qualquer agress&atilde;o aos direitos humanos e que os Jogos e toda a infraestrutura preparada para ele, ser&aacute; um legado para Palmas e para o Tocantins.</span>

Comentários pelo Facebook: