Seet
Sobral – 300×100

Deputado César Halum pede agilidade na duplicação da BR-153

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;">O presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Duplica&ccedil;&atilde;o da Rodovia Bel&eacute;m-Bras&iacute;lia, deputado C&eacute;sar Halum (PSD-TO) foi incisivo durante discurso em plen&aacute;rio,&nbsp; ao solicitar agilidade na duplica&ccedil;&atilde;o da BR-153, que liga os estados do Tocantins, Maranh&atilde;o, Par&aacute;, Amap&aacute;, e Goi&aacute;s. Segundo o parlamentar, o alto &iacute;ndice de acidentes graves &eacute; causado por conta do tr&aacute;fego intenso,&nbsp; pela falta de fiscaliza&ccedil;&atilde;o e sinaliza&ccedil;&atilde;o. <em>&ldquo;Lutamos para que o Minist&eacute;rio dos Transportes fa&ccedil;a, com urg&ecirc;ncia, a licita&ccedil;&atilde;o desta obra, para que ela se inicie ou continuaremos com as trag&eacute;dias que vitimam centenas de pessoas todos os anos&rdquo;.</em><br />
<br />
Halum asseverou ao responsabilizar o governo pelas mortes na BR e exemplificou utilizando a Lei Seca. <em>&ldquo;H&aacute; poucos dias, o Governo mostrou a sua habilidade com a Lei Seca. Por qu&ecirc;? Porque com a Lei Seca ele passou a culpar as pessoas por acidentes. Vai colocar na cadeia quem estava dirigindo embriagado; aumentou o valor das multas; aumentou a fian&ccedil;a para retirar o cidad&atilde;o da cadeia. O Governo, quando &eacute; para arrecadar, toma uma atitude ligeira. Agora, se n&oacute;s responsabilizamos o motorista embriagado por acidente quem &eacute; que n&oacute;s vamos colocar na cadeia quando os respons&aacute;veis pelas estradas brasileiras permitem as pessoas morrerem todos os dias sem tomar nenhuma provid&ecirc;ncia?&rdquo;</em>.<br />
<br />
A popula&ccedil;&atilde;o n&atilde;o suporta mais a quantidade de mortes na rodovia Bel&eacute;m-Bras&iacute;lia, segundo o deputado. Halum pediu medidas para a diminui&ccedil;&atilde;o de acidentes na BR-153 e lembrou que o cuidado com a rodovia, de responsabilidade do governo federal, exige a sua duplica&ccedil;&atilde;o. <em>&ldquo;Fa&ccedil;o esse apelo &agrave; presidente Dilma Rousseff e ao Minist&eacute;rio dos Transportes para que n&atilde;o permita mais vidas serem ceifadas da forma como est&aacute; sendo. &Eacute; uma covardia n&atilde;o tomarmos nenhuma provid&ecirc;ncia&rdquo;</em>. Dados do DNIT mostram que circulam pela BR-153 mais de 10 mil ve&iacute;culos ao dia, sendo que 60% desses ve&iacute;culos s&atilde;o ve&iacute;culos de carga.<br />
<br />
O deputado tocantinense disse que teoricamente as pessoas pagam o IPVA para poderem andar em estradas que lhe deem seguran&ccedil;a, e que &ldquo;n&atilde;o &eacute; poss&iacute;vel que o Governo continue matando tantas pessoas assim sem ter tamb&eacute;m a sua puni&ccedil;&atilde;o&rdquo;, e completou: &rdquo;&Eacute; responsabilidade, sim, do Minist&eacute;rio do Transporte, do DNIT, do Poder Executivo cuidar das estradas brasileiras. E a duplica&ccedil;&atilde;o da Bel&eacute;m-Bras&iacute;lia &eacute; uma emerg&ecirc;ncia&rdquo;, concluiu o pessedista.</span></div>

Comentários pelo Facebook: