Seet
Sobral – 300×100

Concursos federais devem abrir mais de 2,1 mil vagas até janeiro de 2016; especialista dá dicas

admin -

<span style="font-size:14px;">As oportunidades do segundo semestre de 2015 s&atilde;o aguardadas por concurseiros de todo pa&iacute;s. Enquanto alguns se preparam para as provas de concursos j&aacute; lan&ccedil;ados, como Banco do Brasil (BB) e Superior Tribunal de Justi&ccedil;a (STJ), outros estudam para n&atilde;o serem pegos de surpresa quando sair o edital de sele&ccedil;&otilde;es j&aacute; autorizadas, como Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e Instituto Brasileiro de Geografia e Estat&iacute;stica (IBGE), que podem ser lan&ccedil;ados ainda este ano.<br />
<br />
Como Vanessa Oliveira, 25 anos, que estuda para concursos desde 2012 e, agora, pretende prestar sele&ccedil;&otilde;es para n&iacute;vel superior que n&atilde;o exigem gradua&ccedil;&atilde;o espec&iacute;fica. &ldquo;<em>Estava estudando para os concursos de n&iacute;vel m&eacute;dio, mas, neste semestre, vou focar nas provas de n&iacute;vel superior. Al&eacute;m das sele&ccedil;&otilde;es que est&atilde;o com edital publicado, estou na expectativa tamb&eacute;m pelo Tribunal de Justi&ccedil;a do Distrito Federal e dos Territ&oacute;rios (TJDFT)</em>&rdquo;, conta ela, que est&aacute; cursando gradua&ccedil;&atilde;o em gest&atilde;o p&uacute;blica.<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/outra(1).JPG" style="width: 300px; height: 180px; border-width: 0px; border-style: solid; margin-left: 5px; margin-right: 5px; float: right;" /><br />
<br />
&Eacute; para uma vaga na &aacute;rea jur&iacute;dica que Walter Vitor, 42 anos, est&aacute; se preparando. <em>&ldquo;Acredito que, neste ano, a menina dos olhos dos concurseiros dessa &aacute;rea &eacute; a sele&ccedil;&atilde;o da Advocacia-Geral da Uni&atilde;o, j&aacute; que, apesar do n&uacute;mero fixo de vagas, o &oacute;rg&atilde;o costuma nomear outros candidatos classificados. As chances de conseguir entrar s&atilde;o bastante grandes</em>&rdquo;, afirma ele, que tamb&eacute;m prestar&aacute; o concurso para a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional e sele&ccedil;&otilde;es estaduais. A carreira p&uacute;blica chamou a aten&ccedil;&atilde;o de Walter depois da mudan&ccedil;a de Minas Gerais para Bras&iacute;lia, em 2007.<br />
<br />
<em>&ldquo;Aqui h&aacute; mais oportunidades. Praticamente todo fim de semana uma prova de concurso &eacute; realizada. Por conta da minha forma&ccedil;&atilde;o na &aacute;rea jur&iacute;dica, &eacute; uma carreira bastante atrativa&rdquo;, conta. &ldquo;Estou estudando quatro horas por dia, focando em videoaulas. Depois, passo para a leitura de material resumido e jurisprud&ecirc;ncia. Todo mundo que entra em uma sele&ccedil;&atilde;o tem a expectativa de extrair o melhor desempenho e passar, mas acredito que esse &eacute; um bom momento de oferta de vagas</em>&rdquo;, destaca Walter.<br />
<br />
<strong><u>Dicas de especialista</u></strong><br />
<br />
Segundo o professor de direito administrativo Ivan Lucas de Souza, do IMP Concursos, quem quer alcan&ccedil;ar uma vaga nessas sele&ccedil;&otilde;es precisa ter foco nas quatro disciplinas comuns na maioria dos concursos: l&iacute;ngua portuguesa, inform&aacute;tica, direito administrativo e direito constitucional. Nestas, &eacute; recomendado que o candidato revise a teoria e, depois, analise a jurisprud&ecirc;ncia.<em> &ldquo;Nas sele&ccedil;&otilde;es voltadas para bachar&eacute;is em direito, o entendimento dos tribunais sobre os assuntos &eacute; bastante cobrado. Finalize os estudos com resolu&ccedil;&atilde;o de exerc&iacute;cios e provas anteriores</em>&rdquo;;<br />
<br />
Ivan Lucas reitera que conhecer a banca realizadora da sele&ccedil;&atilde;o &eacute; fundamental, j&aacute; que os estilos de provas variam bastante entre as organizadoras. <em>&ldquo;Algumas preferem cobrar o conte&uacute;do te&oacute;rico puro e outras exigem do candidato a interpreta&ccedil;&atilde;o e conhecimento da jurisprud&ecirc;ncia&rdquo;</em>. Outra dica &eacute; n&atilde;o deixar para estudar somente quando sair os editais, pois normalmente o prazo de estudos para tornar-se competitivo e conseguir a aprova&ccedil;&atilde;o em sele&ccedil;&otilde;es &eacute; de, pelo menos, seis meses.<br />
<br />
<u><strong>Experi&ecirc;ncia de sucesso</strong></u><br />
<br />
A servidora p&uacute;blica Giordana de Oliveira, 29 anos, foi uma das aprovadas na &uacute;ltima sele&ccedil;&atilde;o de n&iacute;vel m&eacute;dio para t&eacute;cnicos administrativos do Minist&eacute;rio P&uacute;blico do Distrito Federal e Territ&oacute;rios. O edital da sele&ccedil;&atilde;o foi publicado em 2013, e ela assumiu o cargo em dezembro do ano passado. Ela estava estudando os conte&uacute;dos que costumam cair nas sele&ccedil;&otilde;es para a &aacute;rea administrativa dois anos antes deste concurso.<br />
<br />
<em>&ldquo;Quando saiu o edital, vi que muitas coisas eu havia estudado; ent&atilde;o, passei a revisar as mat&eacute;rias&rdquo;, conta. Assim como para a maioria daqueles que estudam para concursos, a aprova&ccedil;&atilde;o n&atilde;o veio na primeira tentativa. &ldquo;Estava estudando desde 2011. &Agrave;s vezes, a pessoa fica muito perto, por uma ou duas quest&otilde;es. O principal conselho, fora manter uma rotina intensa de estudos, &eacute; n&atilde;o se desestimular com as tentativas que n&atilde;o deram certo</em>&rdquo;, destaca.<br />
<br />
<strong><u>Veja abaixo as sele&ccedil;&otilde;es abertas ou previstas ainda para 2015:<br />
<br />
Concurso nacionais com edital publicado</u></strong><br />
<br />
<strong><u>Banco do Brasil</u></strong><br />
<br />
Vagas: 860 para escritur&aacute;rios, sendo 95 imediatas e 765 para forma&ccedil;&atilde;o de cadastro de reserva. As inscri&ccedil;&otilde;es v&atilde;o at&eacute; 31 de agosto pelo site <a href="http://www.cesgranrio.org.br." target="_blank">www.cesgranrio.org.br.</a> Vagas: 860, sendo 95 imediatas e 765 para forma&ccedil;&atilde;o de cadastro de reserva. Remunera&ccedil;&atilde;o: R$ 2.227,26.<br />
<br />
<u>Minist&eacute;rio P&uacute;blico do Distrito Federal e Territ&oacute;rios (MPDFT)</u><br />
<br />
Sele&ccedil;&atilde;o para promotor. As inscri&ccedil;&otilde;es v&atilde;o at&eacute; 8 de setembro pelo site <a href="http://www.mpdft.mp.br" target="_blank">www.mpdft.mp.br</a>. Vagas: 27. Remunera&ccedil;&atilde;o: R$ 27.500,17.<br />
<br />
<u>Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional</u><br />
<br />
Inscri&ccedil;&otilde;es encerradas para advogados. Informa&ccedil;&otilde;es: <a href="http://www.esaf.fazenda.gov.br" target="_blank">www.esaf.fazenda.gov.br</a>. Vagas: 150. Remunera&ccedil;&atilde;o: R$ 17.330,33.<br />
<br />
<u>Advocacia-Geral da Uni&atilde;o</u><br />
<br />
Inscri&ccedil;&otilde;es para advogados encerradas. Vagas: 84. Remunera&ccedil;&atilde;o: R$ 17.330,33.<br />
<br />
<u>Superior Tribunal de Justi&ccedil;a</u><br />
<br />
Inscri&ccedil;&otilde;es encerradas, para n&iacute;veis m&eacute;dio e superior. Vagas: 65. Remunera&ccedil;&atilde;o: R$ 5.365,92 e R$ 8.803,97.<br />
<br />
<strong><u>Concursos federais autorizados este ano e com edital a ser publicado at&eacute; janeiro de 2016</u></strong><br />
<br />
<u>Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)</u><br />
<br />
Vagas: 950, sendo 800 para t&eacute;cnicos (n&iacute;vel m&eacute;dio) e 150 para analistas do seguro social (graduados em servi&ccedil;o social). Remunera&ccedil;&atilde;o: R$ 5.259,87 e R$ 7.869,09, respectivamente.<br />
<br />
<u>Funda&ccedil;&atilde;o Nacional do &Iacute;ndio (Funai)</u><br />
A institui&ccedil;&atilde;o tem at&eacute; outubro para lan&ccedil;ar edital para 220 vagas &mdash; indigenista especializado (208), engenheiro (7) e engenheiro agr&ocirc;nomo (5).<br />
<br />
<u>Ag&ecirc;ncia Nacional de Petr&oacute;leo (ANP)</u><br />
<br />
O prazo para que o &oacute;rg&atilde;o publique o edital termina em dezembro. Vagas: 34 &mdash; 20 para t&eacute;cnico administrativo e 14 para t&eacute;cnico em regula&ccedil;&atilde;o de petr&oacute;leo. Remunera&ccedil;&atilde;o: R$ 3.109,52.<br />
<br />
<u>Ag&ecirc;ncia Nacional de Avia&ccedil;&atilde;o Civil (Anac)</u><br />
<br />
Vagas: 150, divididas entre especialistas (65) e t&eacute;cnicos (45) em regula&ccedil;&atilde;o de avia&ccedil;&atilde;o civil, e analista (25) e t&eacute;cnico administrativo (15). Remunera&ccedil;&atilde;o: R$ 5.497,69 para especialistas e analistas; e R$ 3.109,52 para t&eacute;cnicos.<br />
<br />
<u>Ag&ecirc;ncia Nacional de Sa&uacute;de Suplementar (ANS)</u><br />
<br />
Vagas: 102. Remunera&ccedil;&atilde;o: R$ 5.689,52 e R$ 5.957,52, respectivamente.<br />
<br />
<u>Minist&eacute;rio das Rela&ccedil;&otilde;es Exteriores (MRE)</u><br />
<br />
H&aacute; 60 vagas autorizadas para oficial de chancelaria. Vagas: 60.<br />
<br />
<u>Instituto Brasileiro de Geografia e Estat&iacute;stica (IBGE)</u><br />
<br />
O regulamento dever&aacute; ser divulgado at&eacute; janeiro. Vagas: 600 para t&eacute;cnico em informa&ccedil;&otilde;es geogr&aacute;ficas e estat&iacute;stica (460); analista de planejamento, gest&atilde;o e infraestrutura em informa&ccedil;&otilde;es geogr&aacute;ficas e estat&iacute;stica (90); e tecnologista em informa&ccedil;&otilde;es geogr&aacute;ficas e estat&iacute;sticas (50)</span>

Comentários pelo Facebook: