Seet
Sobral – 300×100

Cerca de 115 prefeitos devem ir à reeleição no Tocantins; Dimas discutirá assunto só em 2016

admin -

<span style="font-size:14px;">Diferentemente de 2012, quando apenas 15 prefeitos no Tocantins concorreram &agrave; reelei&ccedil;&atilde;o, 115 gestores municipais est&atilde;o hoje no primeiro mandato e podem, assim, se candidatar novamente ao cargo em 2016. Enquanto que na &uacute;ltima elei&ccedil;&atilde;o municipal o percentual de prefeitos que buscaram a reelei&ccedil;&atilde;o foi de 10,8%, nas pr&oacute;ximas elei&ccedil;&otilde;es o percentual de prefeitos na disputa pode chegar a 82,7%. Entre os aptos &agrave; reelei&ccedil;&atilde;o est&atilde;o os prefeitos das tr&ecirc;s maiores cidades, Carlos Amastha (PSB), em Palmas; Ronaldo Dimas (PR), em Aragua&iacute;na; e Laurez Moreira (PSB), em Gurupi.<br />
<br />
Apesar dos &iacute;ndices de aptos &agrave; reelei&ccedil;&atilde;o, o presidente da Associa&ccedil;&atilde;o Tocantinense de Munic&iacute;pios (ATM), Jo&atilde;o Em&iacute;dio de Miranda (sem partido), prefeito de Brasil&acirc;ndia do Tocantins, avaliou que os gestores n&atilde;o est&atilde;o muito motivados em concorrer.<br />
<br />
Ele explicou que as prefeituras no Brasil est&atilde;o passando por uma grande crise financeira e isso tem gerado um impacto negativo nas administra&ccedil;&otilde;es municipais, deixando os gestores desanimados com a fun&ccedil;&atilde;o p&uacute;blica.<br />
<br />
Hoje, apenas 24 prefeitos est&atilde;o impedidos de disputar a reelei&ccedil;&atilde;o por j&aacute; estarem no segundo mandato. No quadro ao lado, veja a lista dos 139 prefeitos e a informa&ccedil;&atilde;o se est&atilde;o no primeiro ou segundo mandato. Os dados foram levantados pelo Jornal do Tocantins no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).<br />
<br />
<u><strong>Palmas, Gurupi e Aragua&iacute;na</strong></u></span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">Est&atilde;o entre as prioridades pol&iacute;ticas do prefeito de Palmas, Carlos Amastha, como presidente estadual do PSB, cuidar da reelei&ccedil;&atilde;o dos prefeitos do seu partido, sendo ele um dos que ir&atilde;o disputar a reelei&ccedil;&atilde;o. O prefeito frisou que apenas a conven&ccedil;&atilde;o partid&aacute;ria, que dever&aacute; ocorrer em junho do pr&oacute;ximo ano, ir&aacute; definir oficialmente quem ser&aacute; o candidato, mas adiantou que tem planos de disputar novamente o Executivo municipal.<br />
<br />
<em>&ldquo;J&aacute; fui mais avesso a tomar uma decis&atilde;o sobre a reelei&ccedil;&atilde;o, que ainda n&atilde;o est&aacute; tomada, pois precisa ocorrer a conven&ccedil;&atilde;o, mas eu n&atilde;o gosto de deixar as coisas pela metade. Iniciamos muitas coisas que ainda precisar&atilde;o ser conclu&iacute;das&rdquo;</em>, ressaltou Amastha.<br />
<br />
Ele frisou que &eacute; necess&aacute;rio garantir continuidade atrav&eacute;s da sua reelei&ccedil;&atilde;o ou de um companheiro muito pr&oacute;ximo. &ldquo;Assim tudo que projetamos para a cidade n&atilde;o ser&aacute; abandonado&rdquo;, afirmou. Amastha ainda garantiu que, se reeleito, n&atilde;o deixar&aacute; o mandato para disputar as elei&ccedil;&otilde;es de 2018.<br />
<br />
Prefeito de Gurupi, Laurez Moreira (PSB) j&aacute; tem falado de sua reelei&ccedil;&atilde;o. &ldquo;Peguei um munic&iacute;pio com uma situa&ccedil;&atilde;o muito dif&iacute;cil, as ruas esburacadas, muitas d&iacute;vidas, sa&uacute;de e educa&ccedil;&atilde;o prec&aacute;rias. Hoje, a cidade j&aacute; est&aacute; em condi&ccedil;&otilde;es melhores de pavimenta&ccedil;&atilde;o, situa&ccedil;&atilde;o financeira regular, aterro sanit&aacute;rio constru&iacute;do e melhor qualidade nos servi&ccedil;os de sa&uacute;de e educa&ccedil;&atilde;o&rdquo;, frisou.<br />
<br />
Laurez avaliou que est&aacute; fazendo um bom trabalho, o que o habilita a disputar a reelei&ccedil;&atilde;o.<br />
<br />
J&aacute; o prefeito da segunda maior cidade do Tocantins, Aragua&iacute;na, Ronaldo Dimas (PR), disse que falar&aacute; sobre a reelei&ccedil;&atilde;o apenas em 2016 e que agora est&aacute; focado na administra&ccedil;&atilde;o da cidade. (Jornal do Tocantins)</span>

Comentários pelo Facebook: