Seet
Sobral – 300×100

Abaixo-assinado contra inspeção ambiental já possui mais de 6 mil assinaturas; meta é 7,5 mil

Agnaldo Araujo -
Foto: Divulgação
Ação foi proposta pelo advogado de Araguaína, Arnaldo Filho

Um abaixo-assinado na internet contra a taxa de inspeção veicular ambiental, em vigor no Estado do Tocantins desde o dia 02 de maio, já está com 6.471 assinaturas. A meta é chegar aos 7.500 assinantes. O link está disponível clicando aqui.

De acordo o texto publicado junto ao abaixo-assinado, o objetivo é mostrar indignação. “Precisamos mostrar nossa indignação diante de tantos gastos inúteis e sem sentido. Temos que cobrar nossos devidos direitos perante a enorme massa de impostos que somos obrigados a pagar”, afirma o texto.

Um apoiador do documento disse que a nova taxa é uma “falta de vergonha”. “É uma falta de vergonha na cara aprovar um imposto desse nas escondidas com a mentira dizendo que é para proteger o meio ambiente, mas na verdade o Governo do Estado virou uma máquina de arrecadar dinheiro do suor do povo trabalhador que se ‘vira nos 30, matando um leão por dia’ para sobreviver. Isso é um roubo ao cidadão que morre de trabalhar”, disse.

Outro justificou sua assinatura afirmando que é uma ‘tremenda covardia’. “Um tapa na cara da sociedade. De preocupação com meio o ambiente não tem nada. Se fosse algo sério teria havido ao menos uma consulta pública. Com uma investigação simples saberemos quem são os verdadeiros ‘ambientalistas’ descarados que estão se beneficiando com essa pouca vergonha”, acrescentou.

Inspeção Veicular Ambiental

A inspeção veicular ambiental está em vigor no Tocantins desde o dia 02 de maio. Conforme o Departamento de Trânsito, o procedimento foi determinado pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), por meio da Resolução n° 418/2009, visando garantir a sustentabilidade e a qualidade de vida nas cidades, proporcionando um ar mais limpo e menos poluição sonora.

Conforme o texto que segue o abaixo-assinado na internet, o percentual que está estabelecido é de 10% para o Detran, 10% para a Semarh [Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos], do faturamento bruto. E os 80% para a empresa credenciada que foi criada em dezembro de 2015.

A decisão do Conama já foi discutida na Assembleia Legislativa do Tocantins e causou insatisfação entre alguns deputados.

Preços

Inspeção de motonetas, motocicletas, triciclos, quadriciclos – R$ 142,62

Inspeção de veículos de passeio e utilitários – R$ 206,80

Inspeção de veículos pesados, compreendem caçambas, caminhões, carretas, ônibus, micro-ônibus e similares – R$ 237,70

Comentários pelo Facebook: