Seet
Sobral – 300×100

Acadêmicas da Faculdade Católica do Tocantins desenvolvem projeto para reutilizar água do ar-condicionado

Redação AF -
Foto: Divulgação
O projeto reutiliza água do ar-condicionado

As acadêmicas Helena Alves e Priscilla Meirelle, do curso de Engenharia de Produção, da faculdade Católica do Tocantins, estão desenvolvendo um projeto que tem como objetivo reutilizar a água que é eliminada pelos aparelhos de ar-condicionado na limpeza e irrigação dos jardins. Com o projeto,​  também é possível baixar o custo com o consumo de água.

O projeto das acadêmicas será feito em duas etapas: a primeira, que já está sendo executada, é a coleta de água em garrafas pets. Nessa etapa, será analisada a quantidade de água que é possível ser coletada dos ares-condicionados, medir o ph e verificar a existência de algum contaminante.

Na segunda fase, será estudada uma forma para canalizar a água em um reservatório, o que segundo as acadêmicas tem um custo baixo para as empresas. “O custo com encanamento e mão de obra é baixo e compensa em casos onde são usados vários aparelhos,​ como em empresas e colégios. Nesses locais, os ares costumam ficar ligados durante um grande tempo o que aumenta a quantidade de água despejada pelos aparelhos”, falou Priscilla.

As estudantes contaram que o projeto tem contribuído na formação delas. A acadêmica Helena comentou que o projeto desperta a parte da responsabilidade ambiental. “Todo engenheiro precisa se preocupar com o meio ambiente. Hoje a falta de água é um dos grandes problemas enfrentados pela sociedade que pode ser minimizado com o reaproveitamento da água em outros ambientes”, falou Helena.

Já a acadêmica Priscilla falou que com o projeto elas colocam em prática o que é visto em sala de aula. “A Engenharia de Produção atua principalmente na otimização do processo, que nesse caso foi feito baixando o custo da água”, falou Priscilla.

O projeto de reutilização de água dos ares-condicionados é orientado pelo Professor Fernando Fernandes.

Foto: Divulgação
As acadêmicas Helena Alves e Priscilla Meirelle

Comentários pelo Facebook: