Sobral – 300×100
Seet

Acusado de matar PM é retirado de ambulância e executado a tiros enquanto era socorrido

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
O suspeito foi retirado da ambulância e morto a tiros

Um dos suspeitos de matar o policial militar Rubim Monteiro Lopes, de 33 anos, foi retirado de dentro da ambulância enquanto era socorrido e executado a tiros, na madrugada deste sábado (23). Ele foi identificado como Daniel Ferreira de Souza.

A Polícia Militar informou que o suspeito estava sendo transferido do hospital de Porto Nacional para o Hospital Geral de Palmas e, na TO-050, homens armados e encapuzados em dois veículos abordaram a viatura que fazia a escolta da ambulância, renderam a equipe e tomaram o veículo onde Daniel estava.

A PM afirmou que após alvejaram o autor com disparos de arma de fogo, os homens liberaram o motorista da ambulância. O Corpo de Bombeiros e o SAMU foram acionados e constataram a morte de Daniel. O Instituo Médico Legal, perícia técnica e a delegacia de homicídios também foram acionados.

Os homens encapuzados tomaram destino ignorado, segundo a PM.

ENTENDA

O policial militar Rubim Monteiro foi alvejado a tiros na rua de sua casa, numa possível emboscada. Ele teve a cabeça e rosto agredidos com pedaços de madeira e tijolos, chegou a ser encaminhado ao hospital e não resistiu.

Na ação, ele atingiu um dos criminosos. O suspeito também foi encaminhado ao hospital e foi executado quando estava sendo transferido para Palmas.

LEIA MAIS

Policial da Força Tática é morto em possível emboscada na rua de casa em Porto Nacional

Policial morto por criminosos deixa esposa grávida e filha; Comando Geral lamenta

Comentários pelo Facebook: