Sobral – 300×100
Seet

Agente de saúde denuncia prefeito de Bandeirantes por suposta perseguição política

Redação AF -
Foto: Divulgação
Servidora pública de Bandeirantes faz denúncia contra prefeito.

Uma servidora pública do Município de Bandeirantes (TO) denunciou o prefeito José Mário Teixeira (PP) ao Sindicato dos Servidores Públicos do Estado do Tocantins (Sisepe) por supostas perseguições políticas praticadas pela nova gestão municipal.

A agente de saúde Neuzirene Barbosa Pereira relatou que o prefeito teria feito ameaças de exoneração do cargo por ela não ter lhe apoiado politicamente nas eleições 2016. “E que a demissão era uma questão de honra e se não me tirasse da Prefeitura mudaria o nome dele”, disse a servidora.

“O prefeito mandou que eu assinasse os papéis da minha possível demissão. Como me recusei, ele tirou a máquina de ponto do postinho onde trabalho e ainda disse que queria ver como eu provaria que estava trabalhando”, denunciou.

Neuzirene lembra que entrou no serviço público como servidora contratada, em 2013, mas logo depois participou de uma seleção que lhe garantiu o termo de posse como concursada em 2014, na gestão da ex-prefeita Coraci Lima Marques.

Ainda segundo a servidora, o prefeito, depois de fazer insinuações quanto à sua demissão, determinou aos servidores que fizessem duas divisões de áreas para acompanhamento dos agentes de saúde, uma incluindo o seu nome e outra sem. “Ele ressaltou que queria ver onde eu pediria socorro”, acrescentou.

Neurizene já levou o caso ao Sisepe e vai procurar o Ministério Público Estadual para denunciar a atitude do gestor.

A reportagem entrou em contato com a Prefeitura de Bandeirantes e aguarda esclarecimentos.

Comentários pelo Facebook: