Seet
Sobral – 300×100

Agente de trânsito baleado morre no Hospital Regional; crime pode ter relação com transporte clandestino

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação/Facebook
O agente morreu após ser baleado na Avenida 1° de Janeiro

O agente de trânsito Agenison Pereira Jorge, de 28 anos de idade, morreu após ser baleado na tarde desta sexta-feira (27/05) em Araguaína (TO). O fato ocorreu na Avenida 1° de Janeiro, logo abaixo do ponto de ônibus que fica atrás do Banco Itaú.

Agenilson ainda foi socorrido pelo Samu e encaminhado ao Hospital Regional de Araguaína (HRA), mas não resistiu. O disparo atingiu a região do abdômen.

Imagens de uma câmera de segurança mostra o exato momento da ação. O bandido atravessa a rua e se aproxima dos agentes, atira contra Agenison e sai correndo.

Os outros agentes, que estavam no local, relataram à PM que não conseguiram ver com precisão autor dos disparos. Conforme a PM, eles estavam dando atenção a um veículo que estava com defeito e foram surpreendidos com o disparo. Em seguida, viram o colega já caído no chão.

No vídeo, é possível ver o momento em que um homem aparece com arma em punho, atravessando a rua. O autor efetua o disparo e sai correndo, enquanto a vítima corre alguns metros e cai entre os colegas de trabalho.

Suspeita-se que o crime esteja relacionado com o transporte clandestino de passageiros. A PM informou que os agentes passaram o dia no ponto de ônibus multando os taxistas clandestinos que estão aproveitando o momento em que a cidade está sem transporte público coletivo.

Deputado lamenta

O deputado estadual Olyntho Neto lamentou o episódio e disse que o jovem agente de trânsito é mais uma vítima da violência que cresce na cidade. “Lamento o assassinato e também o caos gerado pela falta do transporte público, resultado da má administração de Araguaína. Nada justifica a ação criminosa contra um trabalhador. Nossos pêsames à família de Agenison”, disse o parlamentar.

Vídeo do momento da ação

Comentários pelo Facebook: