Seet
Sobral – 300×100

Agentes de trânsito do Detran decidem não atuar nas ruas até Governo garantir mais segurança

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação/Sisepe
O agente de trânsito Agenison morreu no último dia 27 após ser baleado enquanto trabalhava

Os agentes de trânsito do Detran-TO que atuam em Araguaína (TO) decidiram que não vão trabalhar nas ruas até que o Governo do Estado garanta mais segurança para a categoria. A decisão veio após reunião, na última segunda-feira (30/05).

O encontro ocorreu na delegacia regional norte do Sindicato dos Servidores Públicos do Tocantins (Sisepe-TO) para cobrar mais segurança do governo no exercício de suas funções. Eles foram recebidos pelo delegado regional, Ronaldo Sérgio e pelo suplente de delegado regional, Osamar Fernandes, além do advogado Luciano Barbosa, da Assessoria Jurídica do Sindicato.

Os agentes relataram ao Sindicato que a categoria sofre diversas ameaças de motoristas que não aceitam as normas de trânsito. A situação se agravou ainda mais após o assassinato do agente de trânsito Agenison Pereira Jorge, ocorrido no último dia 27.

Ao ouvir o relato dos servidores o Delegado Sindical, Ronaldo Sergio deixou bem claro que o papel do sindicato é defender os servidores e que o Sisepe não irá se furtar do seu papel. Ronaldo Sérgio afirmou ainda que é dever do Estado oferecer condições de segurança para qualquer cidadão e com os servidores públicos não pode ser diferente. Ronaldo Sérgio disse ainda que o Sisepe irá tomar todas as providências para que o Estado se posicione em relação ao caso e que o sindicato irá buscar de todas as formas as melhores condições de trabalho para os servidores.

Blitz educativa

Para os agentes, os trabalhos de conscientização realizados através de blitz educativa para incentivar o uso do cinto de segurança e outras orientações já apresentam resultados positivos. Mas ainda há muitos casos em que os motoristas não aceitam notificações de multas por infrações no trânsito.

Sisepe

O Sindicato orientou que cada agente deve pensar, primeiramente, em sua segurança pessoal para que possa garantir a segurança no trânsito. As reivindicações da categoria serão encaminhadas para o Governo a fim de que os agentes tenham mais segurança no exercício de suas funções.

Outra reunião

Ao finalizar a reunião os servidores disseram que não se sentem seguros e que ainda estão muito abalados com a morte de Agenison. Os servidores falaram ainda que irão marcar uma reunião para a próxima quarta-feira. Reunião essa que terá a presença do chefe imediato dos agentes do Detran em Araguaína, dos servidores e dos representantes do sindicato.

Comentários pelo Facebook: