Sobral – 300×100
Seet

Alunos do Colégio Militar dão exemplo de respeito à pátria durante hino nacional

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
Estudantes do Colégio Militar ficam em pé durante a execução do hino nacional

Um grupo de estudantes do Colégio Militar de Araguaína deu exemplo de respeito à pátria ao se levantar e ficar em posição de sentido durante a execução do hino nacional, na programação do ato em defesa da advocacia, realizada na última quinta-feira (31).

O hino foi entoado na Praça das Nações, centro. Havia inúmeras pessoas no momento, porém a postura dos alunos do Colégio Militar foi o que mais chamou a atenção. Em atitude respeitosa ao País e também à manifestação, eles se levantaram e se posicionaram para a entoação do hino, enquanto outros estudantes, de outras escolas, conversavam e ignoravam o hino.

O hino nacional foi tocado pela primeira vez na noite do dia 13 de abril de 1831, mas poucas pessoas conhecem a letra 186 anos depois. Pretendendo mudar essa realidade, principalmente entre os jovens, o Governador do Tocantins, Marcelo Miranda (PMDB), sancionou a Lei Estadual nº 3.248, de 24 de julho de 2017, que obriga a execução do hino pelo menos uma vez na semana em todas as escolas do Ensino Médio e Fundamental, pública ou privada.

Leia mais…

 

Cantar hino nacional passa a ser obrigatório nas escolas públicas e particulares do Tocantins

‘Danillo era um jovem talentoso que dava lições de ética’, diz presidente nacional da OAB

Comentários pelo Facebook: